12 séries em que a 2ª temporada é melhor que a 1ª

Muitas séries de televisão experimentam um declínio perceptível na qualidade quando se movem de sua estreia para a segunda temporada. Este fenômeno é comumente referido como “sophomore slump”. No entanto, enquanto muitas séries caem nessa armadilha, existem aquelas que não apenas evitam o declínio, mas em alguns casos, superam suas primeiras temporadas.

O “sophomore slump” refere-se ao declínio na qualidade entre a primeira e a segunda temporada de um programa de TV. Shows populares como “True Detective”, “Heroes” e “The Walking Dead” são alguns exemplos que não conseguiram evitar essa queda. Mas, o que é impressionante é quando uma série não apenas desvia dessa tendência, mas sobe a parada.

12 séries em que a 2ª temporada é melhor que a 1ª

  1. 1. The Bear
  2. 2. Fleabag
  3. 3. Sex Education
  4. 4. Community
  5. 5. Bojack Horseman
  6. 6. Breaking Bad
  7. 7. The Sopranos
  8. 8. Parks And Rec
  9. 9. Succession
  10. 10. Buffy The Vampire Slayer
  11. 11. Seinfeld
  12. 12. Orange Is The New Black

1. The Bear

Quando a 1ª temporada de “The Bear”, do Star+, foi lançada, surpreendeu a todos com seu sucesso imediato. A série foi ovacionada pela crítica e conquistou rapidamente um grupo fiel de fãs. Havia uma certa apreensão entre os espectadores sobre a capacidade da série em manter o padrão elevado.

Contudo, esses receios foram dissipados com a estreia da 2ª temporada menos de um ano depois. “The Bear” não só manteve sua excelência, mas superou-se, com a segunda temporada sendo ainda mais aclamada que a primeira.

2. Fleabag

Após seu lançamento em 2016, “Fleabag”, da Amazon Prime, conquistou imediatamente a crítica com sua 1ª temporada. Contudo, foi na 2ª temporada que a série realmente se consolidou e encontrou sua essência.

Como é comum em várias comédias, foi necessário esse tempo para que “Fleabag” definisse sua identidade única. Surpreendentemente, em vez de enfrentar a típica queda de qualidade no segundo ano, a 2ª temporada elevou ainda mais o padrão, culminando a série em um ponto alto incontestável.

3. Sex Education

“Sex Education”, uma das aclamadas séries da Netflix, impressionou ao desviar da armadilha comum de diminuição de qualidade na segunda temporada. Na verdade, sua 2ª temporada não apenas manteve o padrão, mas superou a estreia da série em termos de qualidade.

Entre as três primeiras temporadas, a segunda se destaca como a mais refinada. E mesmo com as expectativas em alta para a 4ª temporada, a segunda ainda é vista por muitos como o ápice da trajetória da série até o momento.

4. Community

“Community” destaca-se por ser uma das comédias mais inovadoras da televisão. A série ganhou vida e definiu sua identidade marcante durante sua 2ª temporada. Enquanto a 1ª temporada seguia uma abordagem mais tradicional, ancorada em clichês típicos de comédias, a segunda aventurou-se além.

Ela trouxe enredos inusitados, transformou Troy de um típico esportista para um entusiasta geek e explorou ainda mais as divertidas “quebras da quarta parede” feitas por Abed. Essa evolução não só enriqueceu o conteúdo da série, mas também solidificou sua posição como uma das sitcoms mais icônicas e ousadas da TV. A série está disponível no Prime Video e Netflix.

5. Bojack Horseman

“Bojack Horseman” é uma série, disponível na Netflix, que se destaca pela audácia e profundidade de seus temas. A produção desafia as convenções das comédias animadas. Na sua estreia, a 1ª temporada começou seguindo o formato padrão de comédias animadas para adultos, mas logo essa abordagem foi subvertida, revelando uma narrativa mais profunda e introspectiva.

Foi uma jogada arriscada que dividiu opiniões no início. No entanto, quando a 2ª temporada foi lançada, os espectadores perceberam o brilhantismo da série. Esta nova temporada soube aproveitar o melhor da introdução feita anteriormente, sem ser prejudicada pelos episódios iniciais que poderiam ter sido considerados fracos por alguns. O resultado foi uma temporada coesa, envolvente e profundamente impactante.

6. Breaking Bad

“Breaking Bad”, disponível na Netflix, é um exemplo brilhante de narrativa televisiva. A série mantém um padrão de excelência ao longo de todas as suas temporadas. A série, desde o início, capturou a atenção dos espectadores com seu enredo envolvente e personagens complexos. Mas foi na 2ª temporada que ela solidificou sua reputação como uma das melhores séries de todos os tempos.

A continuação mergulhou ainda mais fundo no submundo do tráfico de drogas em Albuquerque, apresentando nuances que a 1ª temporada apenas insinuava. Um dos destaques dessa temporada foi a trama envolvendo Jane Margolis, que não só adicionou camadas ao protagonista Walter White, como também entregou momentos icônicos à série. Esta segunda fase mostrou que “Breaking Bad” não só evitou a temida queda do segundo ano, como elevou seu próprio padrão de qualidade.

7. Família Soprano

“Família Soprano” é reconhecida como uma das séries de drama mais revolucionárias da televisão. Com uma abordagem ousada e um olhar penetrante sobre o submundo do crime organizado, a série apresentou uma complexidade inigualável em sua narrativa e desenvolvimento de personagens.

Enquanto a 1ª temporada estabeleceu as bases do mundo dos Sopranos, introduzindo os personagens e suas dinâmicas, foi na 2ª temporada que a série realmente se encontrou e ampliou sua visão. Atualmente, a série está disponível na Amazon Prime Video, e na HBO Max.

8. Parks And Recreation

“Parks and Recreation” começou como uma promissora comédia que, devido a algumas semelhanças em seu formato e estilo com “The Office”, deixou alguns espectadores céticos sobre sua originalidade.

A 1ª temporada, embora tenha tido seus momentos, parecia uma extensão menos desenvolvida de seu “irmão mais velho”. No entanto, a transformação que a série experimentou na 2ª temporada é um exemplo perfeito de como um show pode reavaliar e se reinventar.

9. Succession

“Succession” é um retrato implacável do poder, privilégio e a batalha constante por domínio dentro de uma das famílias mais ricas da América. A 1ª temporada introduziu os espectadores a essa dinâmica tóxica, culminando em uma jogada de poder que deixou todos à beira de seus assentos.

E, contra todas as expectativas, a 2ª temporada não apenas manteve a mesma intensidade, mas a elevou. A narrativa da 2ª temporada se concentra majoritariamente nas repercussões da tentativa de golpe da 1ª temporada. Atualmente, a série está disponível na HBO Max.

10. Buffy, a Caça-Vampiros

Muitos concordam que as primeiras temporadas de “Buffy, a Caça-Vampiros” são as mais memoráveis. Porém, a 2ª temporada, disponível no Star+, se destaca das demais. Essa fase trouxe à tona novos personagens icônicos como Spike e Drusilla,.

Além disso, a série reservou o humor característico e a profundidade emocional, e apresentou um tom mais uniforme. O que realmente distingue a 2ª temporada é a sua consistência ao longo de seus 22 episódios, mantendo uma qualidade tão elevada quanto os episódios iniciais da 1ª temporada.

11. Seinfeld

A 1ª temporada de Seinfeld pode não ter sido a mais marcante para muitos, o que é surpreendente considerando a renomeada trajetória da série. No entanto, é na 2ª temporada que a série realmente começa a brilhar. Evitando o declínio comum em muitas segundas temporadas, esta fase de Seinfeld trouxe ajustes cruciais na dinâmica do grupo, otimizando a química entre os personagens.

Ainda que as temporadas subsequentes tenham alcançado patamares ainda mais altos de aclamação, a 2ª temporada marca um ponto de virada inegável em sua qualidade. Atualmente, a série está disponível na Netflix.

12. Orange Is The New Black

Orange is the New Black manteve sua excelência ao longo das suas 7 temporadas, e a 2ª temporada realmente estabeleceu essa trajetória de qualidade. Esta sequência reafirmou que o brilhantismo da 1ª temporada não foi um mero golpe de sorte, intensificando sua crítica ao sistema prisional e conferindo à série uma direção temática mais profunda e impactante.

Com o elenco entregando performances memoráveis, a 2ª temporada de Orange is the New Black se destacou. O enredo mostra que o programa estava longe de cair na tão temida “maldição” das segundas temporadas. Por fim, a série está disponível na Netflix.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.