Um Pouco de Mim, Um Pouco de Nós: Tudo sobre o filme que chega aos cinemas

Setembro traz uma nova perspectiva para o cinema nacional. Os holofotes dos cinemas do Brasil agora se voltam para um documentário que promete instigar, comover e, acima de tudo, ensinar. “Um Pouco de Mim, Um Pouco de Nós” é uma obra que estreia este mês e nos convida a refletir sobre os horrores do passado e como eles se relacionam com os desafios do presente.

Sinopse e Trailer de Um Pouco de Mim, Um Pouco de Nós

O documentário, dirigido por André Bushatsky, conduz o espectador por uma jornada emocional e histórica. A trama mostra a fuga de uma judia alemã e passando por histórias de sobrevivência em meio ao regime nazista.

Através de depoimentos, ele aborda os horrores enfrentados. Além disso, fala sobre a resiliência daqueles que conseguiram sobreviver e se reerguer em terras estrangeiras. Tendo como pano de fundo o Brasil, o filme também medita sobre os perigos do extremismo moderno, a situação dos refugiados e o tipo de mundo que desejamos moldar.

Ficha Técnica Completa

  • Direção: André Bushatsky
  • Ano: 2023
  • Duração: 72 min.
  • Idioma: Português
  • Formato Original: DCP
  • Formato de Exibição: DCP/Digital
  • Cromia: Colorido
  • País: Brasil
  • Classificação Indicativa: 14 anos
  • Produção: Bushatsky Filmes

Elenco

O filme conta com um elenco diversificado e talentoso:

  • Pedro Bial
  • Caio Blinder
  • Mário Sérgio Cortella
  • Claudia Costin
  • André Bushatky (também diretor do documentário)
  • Entre outros talentosos atores e entrevistados que compartilham suas experiências e insights.

Ao mergulhar nas raízes de sua própria história, Bushatsky cria uma obra que é ao mesmo tempo pessoal e universal, destacando a importância da memória e da compreensão histórica. Através do relato de sobreviventes e de suas interações com eles, o cineasta traz à tona as emoções, as lágrimas e as memórias de momentos sombrios, mas também a determinação inabalável de transmitir essas histórias para que os horrores do passado não sejam esquecidos – e, principalmente, não se repitam.

Em tempos de crescente polarização e extremismo, “Um Pouco de Mim, Um Pouco de Nós” serve como um alerta e um lembrete do poder da humanidade, da empatia e da importância de olharmos para o passado a fim de construir um futuro melhor.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.