Turma da Mônica – Laços: História Real por trás do filme

A tão querida turma da Mônica ganhou as telas dos cinemas em 2019 com a produção brasileira “Turma da Mônica – Laços”. O filme trouxe à vida os personagens icônicos de Mauricio de Sousa em uma aventura cheia de emoção e valores importantes como amizade e perseverança. Muitos se perguntam se, apesar da natureza claramente fictícia dos quadrinhos, a trama apresentada no filme tem alguma base em eventos reais. Neste artigo, discutiremos a relação entre a realidade e a ficção em “Turma da Mônica – Laços”.

Turma da Mônica – Laços é uma história real?

Primeiramente, é importante esclarecer que “Turma da Mônica – Laços” se baseia em uma história em quadrinhos. Ou seja, em uma graphic novel, criada pelos irmãos Vitor e Lu Cafaggi, que foi publicada em 2013. Sendo assim, a trama do filme, que segue Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali em busca do cão perdido de Cebolinha, Floquinho, faz parte desta obra literária e, portanto, é uma obra de ficção.

No entanto, ao considerarmos a base dos personagens e do universo da Turma da Mônica, encontramos elementos inspirados na realidade. Mauricio de Sousa, criador dos personagens, baseou muitos deles em pessoas reais ou em experiências de sua própria vida. Por exemplo, a personagem Mônica tem inspiração em sua filha de mesmo nome, e assim como na ficção, a Mônica da vida real também tinha um coelhinho de pelúcia.

Além disso, o cenário em que as aventuras da turma acontecem, o famoso bairro do Limoeiro, tem inspiração no bairro de Mogi das Cruzes, em São Paulo, onde Mauricio de Sousa passou parte de sua infância. Assim, embora a narrativa de “Turma da Mônica – Laços” seja ficcional, o universo em que a história se desenrola tem raízes na vida real.

Contudo, mesmo que existam essas ligações com a realidade, “Turma da Mônica – Laços”, como a maioria dos filmes baseados em quadrinhos, mescla realidade e fantasia. A história contada é, portanto, uma obra de ficção. As situações, as aventuras e os dilemas vividos pelos personagens não se baseiam em eventos reais.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.