Como foi a transição de gênero de Elliot Page em The Umbrella Academy?

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

A terceira temporada de The Umbrella Academy é um dos lançamentos mais recentes da Netflix. Além disso, é um dos destaques dos novos episódios é a transição de gênero de Elliot Page nesta temporada, que se assumiu como homem trans em 2020. A série incluiu a transição da vida real também no personagem.

A transição de gênero de Elliot Page foi incorporada à trama, que gira em torno de um grupo de jovens com superpoderes que buscam entender seu papel no mundo. Ademais, The Umbrella Academy é uma adaptação da HQ homônima criada pelo cantor e roteirista Gerard Way, do My Chemical Romance e as ilustrações são do brasileiro Gabriel Bá.

O personagem inicia a terceira temporada se assumindo como homem trans e passa a usar o nome de Viktor. A transição de gênero de Elliot Page é parte importante do arco do protagonista, que quer entender a própria identidade e se adaptar a ela, ao mesmo tempo que luta com as situações diárias de uma pessoa com superpoderes como a nova ameaça que coloca em risco toda a existência no planeta.

Sobre a Temporada 3 de The Umbrella Academy

Logo após impedir o fim do mundo em 1963, a Umbrella Academy volta para o presente, convencida de que evitou o apocalipse inicial e corrigiu de vez essa linha do tempo toda errada. Mas a comemoração dura pouco: logo, percebem que as coisas não estão exatamente como tinham deixado. Na verdade, está tudo completamente diferente. É aí que entra a Sparrow Academy.

Inteligentes, elegantes e com a frieza de um iceberg, a Sparrow imediatamente entra em conflito com a Umbrella. Mas essa briga violenta acaba sendo o menor dos problemas. Além de enfrentar inúmeros desafios, perdas, surpresas e uma entidade desconhecida que está provocando o caos no universo (e pode ter surgido por sua culpa). Os Umbrella precisam convencer a nova e talvez melhor família do pai a ajudá-los a corrigir tudo o que sua chegada arruinou.

Então, será que vão conseguir voltar à vida pré-apocalíptica? Ou esse mundo novo é muito mais do que uma flutuação na linha do tempo?