Stillwater: Final Explicado do Filme

Em um cenário em que as plataformas de streaming se tornam cada vez mais essenciais para o lançamento de filmes, os estúdios de Hollywood continuam a lançar grandes produções com a marca “Apenas nos Cinemas”. Não surpreendentemente, alguns desses filmes acabam sendo negligenciados, e o novo drama policial independente “Stillwater” é, sem dúvida, um deles.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

A Trama Intrigante de “Stillwater”

O filme segue Matt Damon no papel de Bill. Em suma, ele é um trabalhador conservador desempregado que viaja de Oklahoma para a França para ajudar sua filha Allison (Abigail Breslin), presa em Marselha pelo assassinato de sua amante Lina, crime que ela afirma não ter cometido.

Enfrentando barreiras linguísticas e culturais, Bill decide buscar justiça por conta própria, descobrindo o provável assassino e transformando a trama em um thriller cheio de reviravoltas.

O Desfecho Impactante de “Stillwater”

O terceiro ato do filme traz reviravoltas rápidas, deixando muitos espectadores perplexos com os chocantes momentos finais. Vamos agora entender o desfecho de “Stillwater”. Para compreender totalmente o final de “Stillwater”, é crucial revisitar o momento crucial que iniciou a ação.

Allison passa a Bill uma nota em francês. Nele, ele afirma que ouviu falar de um homem local que seria o responsável pelo assassinato. Sem ajuda do advogado de Allison, Bill pede ajuda a Virginie (Camille Cottin), uma conhecida local, para traduzir a nota e ajudá-lo a identificar o assassino.

Após uma investigação nas redes sociais, a tarefa fica mais simples, e o confronto de Bill com o nefasto Akim (Idir Azougli) o deixa distante da verdade. No entanto, um segundo encontro mais afortunado leva Bill a rastrear e sequestrar o criminoso, mantendo-o como refém enquanto aguarda os resultados de um teste de DNA que poderia provar a inocência de sua filha.

Uma Admissão Chocante que Transforma a Narrativa

Infelizmente, a liberdade recém-conquistada de Allison não dura muito. Durante o tempo em que Bill mantém Akim como refém, o assassino oferece uma versão alternativa de como a amante de Allison morreu, alegando que foi contratado pela própria Allison para cometer o crime.

A reviravolta vem quando Akim afirma que Allison o pagou com um colar de ouro com a inscrição “Stillwater”. Incomodado com essa informação, Bill, mesmo diante das evidências de DNA, enfrenta não apenas a moralidade de suas ações, mas também a ira de Virginie, cuja filha foi colocada em perigo.

Uma Promessa Solene Garante um Segredo Profundo

A revelação chocante coloca Bill em um dilema moral mais complicado do que simplesmente buscar justiça por conta própria em solo estrangeiro. Apesar das ações de Bill na França, fica claro desde o início que ele acreditava que tudo o que fazia era em prol da virtude. Ao descobrir que a verdade é diferente, Bill se abala. No entanto, diante da confissão chorosa de Allison e da culpa inevitável, ele parece concluir que isso é punição suficiente para a filha.

No final, em um momento maravilhosamente internalizado por Matt Damon, Bill faz uma promessa solene de nunca revelar o segredo de Allison a ninguém. Entretanto, a garantia de manter esse segredo está longe de ser certa, pois o filme termina com Akim ainda solto. Pai e filha precisam torcer para que Akim não entregue o colar desaparecido de Stillwater enquanto narra sua própria versão dos eventos. Assim segue o drama humano moralmente turvo que é “Stillwater”.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.