Saltburn: Revelado o significado MAIS PROFUNDO do filme

Saltburn emerge como um filme desconcertante, explorando temas de desejo, obsessão e divisão de classes na Inglaterra dos anos 2000. Estrelado por Barry Keoghan como Oliver Quick e Jacob Elordi como Felix Catton, o filme, dirigido por Emerald Fennell, ganha destaque não apenas pelas reviravoltas chocantes, mas também pela complexidade de suas mensagens. Contudo, desvendar o significado mais profundo desse filme polarizador é uma tarefa desafiadora.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Desejo e Obsessão em Saltburn: Também uma História de Amor?

Saltburn, no seu âmago, explora os temas de desejo e obsessão, destacando a intensa paixão de Oliver por Felix. Enquanto Oliver deseja a riqueza e o estilo de vida da família Catton, a trama sugere que o filme pode abordar também o amor, mesmo que de forma impura. As linhas tênues entre o desejo, obsessão e amor são exploradas, questionando se Oliver realmente amava Felix ou se era apenas atração sexual.

Saltburn e a Classe Social: Explorando as Questões de Riqueza

A temática de classe é frequentemente associada a Saltburn, mas o filme parece hesitar em abordar a questão de maneira significativa. Felix se encanta por Oliver como uma novidade, dada sua origem de classe média.

Entretanto, o filme deixa de oferecer uma crítica contundente à divisão de classes, resultando em uma narrativa que, apesar de sugerir uma abordagem de “peixe fora d’água”, não explora profundamente as questões sociais subjacentes.

O Suposto Triunfo de Oliver: Uma Vitória para Quem?

O filme parece sugerir uma mensagem de “comer os ricos” no final, já que Oliver consegue eliminar os Catton e herdar sua fortuna. Contudo, a transformação de Oliver em um sociopata impiedoso torna difícil torcer por ele.

A mensagem do filme, em última análise, parece não contribuir para uma mudança real na dinâmica entre ricos e pobres. Oliver substitui os Catton na elite, sem oferecer retorno aos menos privilegiados.

Saltburn como Entretenimento e Desafio Conceitual

Saltburn, embora funcione como um thriller envolvente com reviravoltas surpreendentes, luta para conciliar suas ideias mais amplas. A reviravolta final é eficaz no contexto de um thriller, mas as mensagens mais profundas sobre a dinâmica social parecem desconectadas e questionáveis. A confusão do filme reside em sua tentativa de ser tanto um entretenimento intrigante quanto uma reflexão social, resultando em uma abordagem que deixa o público perplexo.

Saltburn, com suas mensagens conflitantes e reviravoltas desconcertantes, deixa uma impressão ambígua. A tentativa de abordar questões sociais enquanto mantém um tom de thriller cria uma narrativa complexa, mas que deixa muitas perguntas sem resposta. A ambiguidade das mensagens de Saltburn pode provocar discussões, mas também gera uma sensação de desconexão entre suas intenções conceituais e sua execução final.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.