Saltburn Explicado: O que aconteceu com Felix? Quem é Oliver?

Saltburn” (2023), segundo esforço diretor de Emerald Fennell, oferece uma reviravolta chocante em seu desfecho, revelando as verdadeiras intenções por trás da obsessão de Oliver Quick por Felix Catton e pela luxuosa propriedade de Saltburn. Neste artigo, exploraremos os eventos intrigantes que levam ao final do filme, desvendando a trama obscura de Fennell e os motivos por trás das ações sinistras de Oliver.

Saltburn e suas Influências

Emerald Fennell, conhecida por seu filme vencedor do Oscar “Promising Young Woman,” traz “Saltburn” como um thriller obscuro, com nuances que ecoam o clássico “The Talented Mr. Ripley” de Anthony Minghella.

A trama segue Oliver Quick (Barry Keoghan), um estudante solitário da prestigiosa Universidade de Oxford, que desenvolve uma amizade improvável com Felix Catton (Jacob Elordi), um jovem carismático pertencente à elite social. A narrativa se desdobra como uma premeditação sinistra de um parasita em forma humana.

O Desfecho de Saltburn

A trama atinge seu clímax após a morte súbita de Felix, inicialmente interpretada como uma overdose acidental. No entanto, os eventos subsequentes revelam o plano maquiavélico de Oliver para conquistar Saltburn. A morte de Felix desencadeia uma série de tragédias, incluindo a morte de Venetia, o ostracismo da família Catton e a revelação da verdade sobre Oliver.

O desfecho de “Saltburn” revela o plano elaborado de Oliver para assassinar Felix. Oliver envenena Felix com uma quantidade letal de cocaína, planejando cuidadosamente o assassinato. Além disso, Oliver manipula a morte de Venetia, simulando um suicídio. O filme explora os obscuros meandros da psique de Oliver, revelando sua sociopatia, enganos e busca implacável por poder e riqueza.

A Cena Macabra do Cemitério

Uma das cenas mais perturbadoras de “Saltburn” é a representação peculiar de Oliver no túmulo de Felix. Essa sequência mostra a relação de amor/ódio de Oliver em relação a Felix, culminando em um comportamento bizarro e conflituoso. O filme explora as complexidades da obsessão de Oliver pela posição, poder e riqueza associados à aristocracia de Saltburn.

Oliver, após deixar Saltburn com um cheque vultoso, aguarda anos para retornar após a morte natural de James, pai de Felix. Sua estratégia maquiavélica inclui um retorno aparentemente casual à vida de Elspeth, a mãe de Felix. A morte de Elspeth é acelerada, consolidando Oliver como herdeiro da propriedade de Saltburn. O filme expõe a natureza predatória de Oliver, que manipula, mente e mata para atingir seus objetivos.

O Verdadeiro Significado do Final de Saltburn

O desfecho de “Saltburn” deixa claro que Oliver é um monstro completo, motivado exclusivamente pelo poder e pela riqueza. Seus supostos sentimentos por Felix se revelam superficiais diante de sua ganância desmedida. O filme retrata Oliver como um sociopata, assassino e indivíduo incrivelmente enganoso. A trajetória de mentiras, traições e manipulações ilustra a busca de Oliver por Saltburn como uma dança macabra em torno da mansão multimilionária.

“Saltburn,” com seu enredo envolvente e desfecho chocante, oferece uma exploração profunda das camadas mais sombrias da natureza humana. A obra destaca a habilidade de Emerald Fennell em criar um thriller psicológico que intriga e perturba. Ao desvendar a trama intricada e o final impactante, “Saltburn” permanece como uma obra marcante que desafia as convenções e mergulha nas profundezas da moralidade torcida.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.