Preço da assinatura da Netflix vai aumentar em 2023?

Ao longo dos últimos anos, a Netflix estabeleceu-se como o maior serviço de streaming do mundo. A plataforma popularizou o formato atual de consumo de séries e filmes e criou um novo padrão para a indústria. Depois que rivais começaram a surgir, como Disney e HBO, a Netflix começou a perder assinantes pela primeira vez em anos.

Por outro lado, o preço da assinatura da Netflix também tornou-se o maior entre o mercado de streamings. Com preços médios na casa de R$ 32,90, a empresa mantém o valor máximo de R$ 55,90 no plano similar ao das concorrentes. Depois de projeções ainda mais pessimistas, a Netflix até tentou mudar a rota e investir contra a perda de usuários.

Em 2022, anunciou um novo plano com custo básico de R$ 18,90, mas com exibição de anúncios e com poucos recursos aos espectadores. Contudo, algumas outras ações da empresa podem causar o aumento de preços da assinatura da Netflix para 2023.

+ Quer assistir HBO Max e a plataforma Paramount+ de graça por até 1 mês?  e aproveite!

A Netflix vai aumentar o preço da assinatura para 2023?

Até agora, a Netflix ainda não anunciou nenhum aumento de preço para a assinatura do streaming para 2023. Com os índices negativos e projeções pessimistas, a empresa precisa ganhar novos seguires, não perder os que já tem. Assim, não há, no horizonte, uma expectativa concreta de aumento de preços.

Apesar disso, alguns recursos da companhia podem aumentar o valor da assinatura. Para 2023, a Netflix deve investir de forma oficial contra o compartilhamento de senhas. Portanto, o usuário que assistir aos conteúdos da plataforma em outro IP que não o cadastrado terá que desembolsar um valor a mais. Ao que tudo indica, a Netflix permitirá um tempo de tolerância para cobrir viagens e mudanças.

Contudo, quem divide a mesma assinatura entre diferentes residências terá que pagar a mais para manter o processo. O método já foi testado em alguns países ao redor do mundo, com a perspectiva de que chegue para o público geral ainda em 2023.

Por outro lado, há um risco da assinatura da Netflix aumentar de valor. Tudo depende de uma possível reforma tributária aqui no Brasil, que afeta os serviços de streaming. A empresa, então, pode repassar o valor para o consumidor.

Gostou do nosso conteúdo? Então, Acompanhe a gente no Google News e não perca uma matéria do nosso site.