Por que o spin-off de GoT, ‘10,000 Ships’ não avançou na HBO?

Brian Helgeland, roteirista renomado, compartilhou detalhes intrigantes sobre um spin-off planejado para “Game of Thrones” que nunca viu a luz do dia. Intitulado “10,000 Ships”, o projeto exploraria a fascinante saga da Rainha Nymeria, uma figura lendária do universo de Westeros, muito antes dos eventos da série principal. Apesar de ter recebido a aprovação de George R.R. Martin, o projeto acabou sendo rejeitado pela HBO. Vamos explorar os motivos por trás dessa decisão e o estado atual dos derivados de “Game of Thrones”.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

10,000 Ships e a Saga de Nymeria

“10,000 Ships” contaria a história épica da Rainha Nymeria, cujo povo nômade foi forçado a viver no mar, em uma busca constante por uma nova terra prometida. Inspirada no êxodo bíblico de Moisés, a narrativa de Nymeria ecoaria os contos de Sinbad, de Ray Harryhausen, combinados com a odisseia de Homero. Imaginada como uma versão feminina de Odisseu, Nymeria lideraria uma cidade flutuante através de um Mediterrâneo fictício, repleto de perigos e desafios.

Embora a premissa de “10,000 Ships” tenha empolgado tanto Helgeland quanto Martin, a HBO optou por não avançar com o projeto. Segundo relatos, a série foi considerada uma ruptura muito significativa com as bases estabelecidas pela série original de “Game of Thrones”. A estética fantasiosa e a narrativa distante poderiam ter afastado os fãs acostumados com a atmosfera sombria e política de Westeros.

O Futuro dos Derivados de “Game of Thrones”

Enquanto “10,000 Ships” enfrentou um impasse, outros projetos derivados continuam em desenvolvimento. “House of the Dragon” já estreou com sucesso e está garantida para uma segunda temporada. Além disso, “A Knight of the Seven Kingdoms: The Hedge Knight”, que explora eventos quase um século antes da série principal, está avançando com novidades no elenco e começará a ser produzido em breve.

Embora “10,000 Ships” tenha sido arquivado pela HBO, Brian Helgeland mantém a esperança de que o projeto possa ser revivido no futuro. Enquanto isso, os fãs de “Game of Thrones” aguardam ansiosamente pelos próximos derivados, que prometem expandir ainda mais o rico universo criado por George R.R. Martin.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.