O Sequestro do Voo 601: A História Real por Trás da Série

A série “O Sequestro do Voo 601”, recentemente lançada pela Netflix, mergulha nos eventos reais que ocorreram em 30 de maio de 1973, quando o avião HK-1274, pertencente à Sociedad Aeronáutica de Medellín (SAM), foi sequestrado. A história, baseada nos trabalhos do pesquisador Massimo Di Ricco, traz à tona os detalhes deste incidente marcante. Abaixo, confira os detalhes da trama.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Os Terroristas e Suas Demandas

Dois sequestradores, posteriormente identificados como Eusebio Borja e Francisco Solano López, embarcaram no avião em Pereira, surpreendendo os passageiros e intimidando a tripulação. Com aproximadamente 84 pessoas a bordo, o Capitão Jorge Lucena viu-se obrigado a seguir as ordens dos criminosos.

Os sequestradores exigiram US$ 200.000 em dinheiro e a libertação de prisioneiros políticos como condição para libertar os passageiros. Essa demanda política deu ao episódio um novo contexto, dando a entender que o Exército de Libertação Nacional (ELN) estava envolvido, quando na verdade os sequestradores estavam apenas buscando despistar as autoridades.

Negociações e Desfecho

Apesar das ameaças e das alegações de estarem armados com explosivos, posteriormente descobriu-se que suas armas eram falsas. As autoridades colombianas se recusaram a negociar com os terroristas, temendo encorajar futuros sequestros.

A troca de reféns ocorreu em várias etapas, até que, após 55 horas de tensão, apenas a tripulação permanecia a bordo. Os sequestradores acabaram concordando com um pagamento de US$ 50.000 e a libertação dos reféns.

O Acordo de Cavaleiros e a Fuga

Para garantir a segurança da tripulação, o Capitão Molina concordou em não informar às autoridades sobre a fuga dos sequestradores até que o avião pousasse em Buenos Aires. Os sequestradores, por sua vez, desapareceram sem deixar rastros após o desembarque.

Apesar de capturarem a atenção da mídia, Borja e López conseguiram fugir e permanecer foragidos por anos. Suas ações, embora ousadas, destacam os desafios enfrentados pelas autoridades na América Latina durante um período de instabilidade política.

“O Sequestro do Voo 601” oferece uma visão fascinante desse incidente histórico, destacando as complexidades das negociações de reféns e as motivações por trás de um dos sequestros mais longos da região. A série está disponível na Netflix, proporcionando aos espectadores uma oportunidade única de mergulhar nessa história intrigante.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.