O Problema dos 3 Corpos: Por que os San-Ti invadiram a Terra?

Na série de ficção científica “O Problema dos 3 Corpos“, os San-Ti (originalmente chamados de Trisolaranos) são uma civilização alienígena desesperada pela sobrevivência. Seu planeta natal, Trisolaris, é assolado por condições climáticas extremas e imprevisíveis, tornando a vida uma eterna batalha.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

O Problema dos 3 Corpos

A existência de três sóis no sistema solar de Trisolaris cria períodos de caos climático, conhecidos como Eras Caóticas. Essas eras dizimaram planetas e levaram a civilização Trisolaran à beira da extinção inúmeras vezes. Infelizmente, cientistas e filósofos nunca conseguiram prever esses períodos caóticos, impedindo o progresso tecnológico estável.

A civilização Trisolaran finalmente percebeu a impossibilidade de resolver o Problema dos Três Corpos. Seu objetivo mudou: em vez de salvar o planeta, o foco passou a ser encontrar um novo lar. Uma frota interestelar foi construída, mas a jornada até outro sistema planetário seria longa e perigosa. Eles precisavam de um destino, e é aí que a Terra entra na história.

Utilizando o Projeto Red Coast, a astrofísica terrena Ye Wenjie estabeleceu comunicação com os Trisolarans. As motivações dela são complexas, mas no cenário trágico de Trisolaris, a perspectiva de uma invasão parecia inevitável. Os San-Ti confirmaram a existência de vida na Terra e começaram a arquitetar sua jornada.

Sabotagem e Espionagem

A jornada interestelar dos Trisolaranos levaria mais de 400 anos. A sobrevivência da frota era incerta, mas a resposta de Ye Wenjie confirmou suspeitas de traidores entre a humanidade – indivíduos dispostos a abrir caminho para uma invasão. Para se infiltrar na sociedade humana, os aliens criaram os Sophons, supercomputadores que estabeleciam comunicação em tempo real e permitiam espionagem sofisticada.

Apesar da tecnologia avançada, os San-Ti possuem uma limitação crucial: a comunicação é feita por ondas cerebrais, portanto, seus pensamentos são públicos. Noções humanas de mentira e engano, essenciais para estratégia, eram difíceis de compreender. Mike Evans, outro contato terrestre, tentou esclarecer utilizando contos de fadas, mas apenas aumentou a desconfiança da civilização alienígena.

O Que Vem a Seguir

Os Sophons foram enviados para espionar a humanidade, mas não podem acessar as mentes humanas. Diante da incerteza, os San-Ti precisam de uma nova estratégia. Enquanto isso, os humanos desenvolvem o Projeto Wallfacer, onde especialistas criam planos de defesa mentalmente – sem comunicação externa até a batalha final. Os San-Ti, incapazes de decifrar esses planos, comandam os Sophons a criarem o grupo Wallbreakers, uma resistência interna terrestre contra o projeto.

A história dos San-Ti é uma narrativa de sobrevivência desesperada, mas também ressalta as diferenças culturais e os perigos da falta de compreensão entre civilizações. O destino da Terra e da humanidade pende na balança.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.