O Ninho: Futebol e Tragédia já está disponível na Netflix

Em 2019, o Brasil foi abalado pela tragédia no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo. Um incêndio na madrugada de 8 de fevereiro consumiu o local, tirando a vida de 10 jovens atletas que sonhavam em se tornar jogadores profissionais. Agora, a série documental “O Ninho: Futebol e Tragédia“, disponível na Netflix, traz à tona essa história dolorosa.

Em suma, o objetivo é de não apenas revisitar a tragédia, mas também de promover uma reflexão profunda sobre as falhas que a causaram, a morosidade da justiça brasileira e a necessidade de mudanças para que algo assim nunca mais aconteça.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

O Ninho: Futebol e Tragédia | Uma série que vai além do futebol

O Ninho” não se limita a apresentar imagens chocantes do incêndio. A série vai além do sensacionalismo e busca entender as nuances e os fatores que culminaram na tragédia. Através de depoimentos de familiares das vítimas, jornalistas, profissionais do futebol e especialistas, a produção tece uma narrativa multifacetada que revela os aspectos emocionais, éticos e estruturais envolvidos.

A série não busca apenas revisitar o passado, mas também provocar uma reflexão sobre o futuro. Ao questionar as responsabilidades das instituições esportivas, a segurança nos centros de treinamento e a morosidade da justiça, “O Ninho” se torna um chamado à ação. Um convite para que a sociedade se mobilize e exija mudanças que protejam os jovens talentos e evitem que tragédias como essa se repitam.

Conheça as histórias dos sobreviventes e das famílias das vítimas

O Ninho” também dá voz aos que sobreviveram ao incêndio e aos familiares dos que perderam suas vidas. Através de seus relatos emocionantes, podemos compreender o impacto da tragédia em suas vidas e a luta por justiça que ainda perdura.

Uma série imperdível para todos que se interessam por futebol, justiça social e a luta por um futuro melhor.

Por fim, assista ao trailer da série:

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.