O Assassino: Qual é o verdadeiro nome de Michael Fassbender’s?

O Assassino, da Netflix, é um conto meticuloso e direto sobre um assassino que segue a filosofia de realizar o trabalho, sair e não pensar muito a respeito, para evitar complicações. No entanto, quando as coisas saem erradas, o assassino precisa a quebrar suas próprias regras, tornando a missão algo pessoal. Contudo, enquanto somos guiados pela mente do protagonista, uma série de informações sobre sua identidade, incluindo seu nome real, permanece um mistério.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Qual é o verdadeiro nome do Assassino?

Uma das regras fundamentais que o Assassino de Michael Fassbender segue é “não confiar em ninguém”. Essa desconfiança constante mantém o protagonista alerta e contribui para sua sobrevivência. Surpreendentemente, ele não revela seu nome real ao público, mesmo compartilhando pensamentos íntimos.

O assassino, de certa forma, não confia em nós, na audiência. Essa escolha reforça o enigma que envolve o personagem, um homem comum que prefere operar nas sombras, sem alardes. Ao manter o anonimato, evita o desenvolvimento de empatia entre ele e o público, mesmo após compartilharem tanto.

Os Aliases do Assassino Revelam sua Paixão por Sitcoms dos Anos 70

Apesar de manter seu nome real em segredo, o Killer revela uma série de aliases, cada um associado a personagens de sitcoms populares dos anos 70. Esse detalhe inusitado diz muito sobre o protagonista. Nomes como Felix Unger, Archibald Bünker, Oscar Madison, Howard Cunningham, Reuben Kincaid, Lou Grant, Sam Malone, George Jefferson e Robert Hartley são adotados em diferentes situações.

A escolha desses aliases, todos provenientes de sitcoms, pode parecer descuidada para alguém que evita chamar a atenção. No entanto, essa peculiaridade passa despercebida pelos personagens do filme. A preferência do Killer por esses nomes revela possíveis afinidades com sitcoms dos anos 70, similar à sua predileção por músicas de The Smiths, tocadas durante seus trabalhos.

Pode ser uma falha inadvertida, revelando suas preferências ao público, ou talvez seja sua maneira de compartilhar algo sobre si sem explicitamente dizê-lo.

O Assassino Além da Frieza Cinematográfica

Enquanto O Assassino desvenda a mente complexa do protagonista, o mistério que envolve seu nome real e a escolha peculiar de aliases acrescenta camadas intrigantes à narrativa. O filme, ao se aprofundar na psicologia do assassino, mantém a audiência envolvida, explorando nuances além das típicas histórias de assassinato.

A frieza do protagonista, sua desconfiança e peculiaridades revelam-se elementos-chave, construindo um personagem que transcende os limites tradicionais do gênero. Nesse universo meticulosamente criado, cada detalhe, seja o anonimato do assassino ou suas preferências inusitadas, contribui para uma experiência cinematográfica única.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.