Por que a Netflix cancelou a adaptação de He-Man?

A Netflix cancelou a produção da adaptação em live-action de He-Man e Os Mestres do Universo. De acordo com a Variety, o filme estava em estágios avançados de desenvolvimento. O site informou que a Netflix gastou cerca de US$ 30 milhões até suspender o projeto.

Em suma, a Netflix anunciou a produção da adaptação de ‘He-Man’ ainda em janeiro de 2022. O filme passou pelas mãos da Warner Bros. e Sony Pictures, mas nunca foi para frente de fato. Conforme apuração da portal, contudo, a Mattel deve aproveitar o sucesso de Barbie para encontrar uma nova produtora para o projeto.

Por que a Netflix cancelou a adaptação de He-Man?

A Netflix optou por cancelar a adaptação de ‘He-Man’ por causa do orçamento do projeto. A Variety relatou que as projeções iniciais apostavam em um custo de desenvolvimento com cerca de US$ 200 milhões em gastos. Um valor considerado alto para a empresa.

O site também relatou que os US$ 30 milhões gastos foram apenas para a construção dos conceitos e para a formulação das primeiras versões do roteiro. A contratação do elenco também ocupou boa parte do orçamento, com a escolha de Kyle Allen (Amor, Sublime Amor) para interpretar o Príncipe Adam (He-Man).

Cancelamento não significa o final

A Mattel não pretende desistir da adaptação de ‘He-Man’ para os cinemas. A empresa segue com o desejo de encontrar um novo estúdio parceiro para viabilizar o projeto no futuro. Portanto, a fabricante espera os bons resultados de Barbie para credenciar outros títulos.

Como forma de tentar convencer a Netflix, os executivos da Mattel permitiram reduzir os custos de produção para US$ 180 milhões. Contudo, o orçamento ainda era salgado o suficiente para a plataforma. Por fim, a adaptação de ‘He-Man’ para live-action segue com o futuro indefinido a partir de agora.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.