Nem Tão Perfeitos Assim: História Real Por Trás da Série Netflix

A série dramática holandesa Nem Tão Perfeitos Assim, de Anthony Van Biervliet, disponível na Netflix, conduz os espectadores por uma narrativa envolvente que explora a vida tumultuada de três jovens na cidade litorânea de Knokke. A trama intrincada envolve Daan Paroti, um adolescente birracial, Louise Basteyns, uma garota rica com transtorno bipolar, e Alexander Vandael, o namorado de Louise. Com elementos de romance, mistério e tragédia, a série cativa o público. No entanto, surge a pergunta: a série se baseia em fatos reais?

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Nem Tão Perfeitos Assim se baseia em fatos reais?

Nem Tão Perfeitos Assim não se baseia em uma história real. Como drama, a série é uma obra de ficção criada para entretenimento, sem a intenção de refletir ou emular a vida real. No entanto, como em qualquer bom drama, a narrativa da série se baseia em apresentar enredos e personagens envolventes para fazer com que os espectadores se identifiquem com a história que se desenrola na tela.

O roteirista Luk Wyns, que coescreveu a série ao lado de Nele Vandael e do criador Biervliet, é experiente na criação de histórias fictícias, mas envolventes, para a tela. Os protagonistas, Daan, Louise e Alex, apresentam diferentes versões da realidade que a população mais jovem pode achar identificáveis.

A série aborda as lutas de Daan como um jovem birracial, especialmente em um ambiente menos diversificado. Além disso, sua condição de ser o único personagem que não é extremamente rico proporciona uma perspectiva específica apreciada por muitas pessoas. As experiências dele como um adolescente com emoções voláteis e imperfeições apresentam uma história cativante sobre os erros e alegrias da juventude.

Por meio dos personagens, a série aborda questões relevantes da vida real. A representação autêntica do transtorno bipolar de Louise fornece uma visão real de uma questão de saúde mental significativa. De acordo com estatísticas da SingleCare, 46 milhões de pessoas têm transtornos bipolares em vários graus em todo o mundo. Dessa forma, a personagem Louise traz realismo valioso para a série.

As diferentes histórias, como a luta de Alex com o abuso doméstico de seu pai, as dinâmicas familiares complexas de Louise ou a vida social de Daan, criam um relato envolvente de traição, amor adolescente e drama familiar. Entretanto, essas histórias são fictícias, sem inspirações específicas na vida real.

Em resumo, “Marés Altas” utiliza elementos da realidade do estilo de vida caro de Knokke para contar uma história fictícia envolvendo personagens fictícios. A série busca criar um drama envolvente e realista, aproveitando a riqueza de suas histórias e a diversidade dos personagens.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.