Microsoft cria plano com anúncios para deixar a Netflix mais barata

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Netflix e Microsoft criaram parceria para implementar um novo plano de assinatura para o serviço de streaming. Hoje, a mensalidade mais em conta parte de R$ 25,90 no Brasil. A ideia é que a nova assinatura torne a Netflix mais barata, mas com a inclusão de anúncios.

A aliança entre as gigantes de tecnologia surge em um momento delicado para a Netflix. Afinal, a plataforma luta para não perder mais assinantes nos próximos trimestres. A proposta foi mencionada pela primeira vez em abril, quando a empresa noticiou a queda massiva de de assinaturas.

LEIA MAIS

Comunicado oficial da Netflix

“A Microsoft tem a capacidade comprovada de atender a todas as nossas necessidades. […] Mais importante, a Microsoft ofereceu a flexibilidade para inovar ao longo do tempo tanto no lado da tecnologia quanto nas vendas.”

Greg Peters, COO da Netflix.

Quando devemos ver a Netflix mais barata?

Ainda não existe uma data para a divulgação do novo plano de assinatura da Netflix. Contudo, a empresa corre contra o tempo para estancar a perda de clientes. A decisão de criar uma nova opção surgiu a partir da divulgação do relatório financeiro da empresa. No último trimestre, a plataforma perdeu 200 mil assinantes e fez projeções negativas para o restante do ano.

A aliança para deixar a Netflix mais barata surge a partir da busca por parceiros. De acordo com o The Wall Street Journal, a plataforma de streaming procurou alguns nomes do mercado de tecnologia para realizar uma parceria. Contudo, conversas com o Google e com o Comcast não foram para frente. Assim, a Microsoft surgiu como uma parceira estratégica, uma vez que não opera nenhum serviço de streaming concorrente.

Netflix mais barata e potencial de lucro com publicidade

A ideia não foi unânime para a cúpula da Netflix. Inclusive, a proposta de um plano de assinatura mais barato poderia ter saído antes, se não fosse uma postura mais relutante do CEO da empresa, Reed Hastings.

Pressionado pelos investidores, o CEO entendeu que é o ideal deixar os clientes decidirem entre as opções. De acordo com estimativas do mercado, pela consultoria MoffettNathanson, a Netflix pode arrecadar em torno de US$ 1,2 bilhão apenas em publicidade a partir de 2025. Claro, levando em conta apenas o mercado norte-americano. Além disso, a proposta deve reduzir os danos causados pela perda recente de assinantes.

Enfim, curtiu nossa matéria? Então, siga a gente no Google News. Além disso, convidamos você a nos seguir nas redes sociais Twitter e Instagram para ficar por dentro de tudo que rola no mundo das séries e filmes.