Meninas Malvadas: O Musical chega aos cinemas brasileiros

A tão aguardada estreia do novo “Meninas Malvadas” nos cinemas brasileiros nesta quarta-feira (10) trouxe surpresas e alguns desafios para a produção. Contrariando a tentativa inicial de esconder sua natureza musical, o filme brilha, especialmente graças às sequências musicais envolventes e à performance magnética de Reneé Rapp, conhecida por seu trabalho na série “A Vida Sexual das Universitárias”.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Reneé Rapp e o elenco de Meninas Malvadas: O Musical

Reneé Rapp, na pele da vilã Regina George, entrega uma atuação impressionante, elevando a personagem a um status de verdadeira rock star. A escolha de Rapp para o papel, anteriormente interpretado com maestria por Rachel McAdams, revela-se acertada, proporcionando uma Regina George ainda mais poderosa e marcante.

Além de Rapp, o elenco não fica para trás. Auli’i Cravalho, a nova Janis, não apenas sustenta o carisma do papel original, mas surpreende com seu poder vocal, revelando-se uma escolha acertada para o papel. Angourie Rice, no entanto, enfrenta comparações com a protagonista de 2004, Lindsay Lohan, e, embora não alcance a mesma naturalidade na transição de meiga a megera, entrega uma performance sólida.

A Adaptação Musical

O filme segue a base do musical da Broadway, mantendo a trama original com algumas atualizações contemporâneas. Embora algumas músicas sejam condensadas ou cortadas, a produção preserva a essência da história sobre as artimanhas e perigos do colegial.

Apesar das sequências musicais excepcionais, “Meninas Malvadas” enfrenta desafios cinematográficos. Sob a direção de Samantha Jayne e Arturo Perez Jr., o filme oscila entre a grandiosidade de uma montagem da Broadway e a simplicidade de um filme colegial para a TV. Os enquadramentos pobres, especialmente notáveis na tela do cinema, acabam sendo um ponto de crítica.

Apesar das falhas cinematográficas, a nova versão de “Meninas Malvadas” merece reconhecimento. Com hits musicais cativantes e performances marcantes, o filme oferece uma experiência envolvente. Que os próximos 20 anos nos brindem com uma adaptação dramática e madura desta peça premiada, celebrando o legado do musical baseado no filme que adaptou um clássico. E que Regina George tenha uma vida longa no imaginário dos fãs.

Por fim, confira ao trailer da produção:

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.