Marvel Redefine Estratégia de Streaming com Novas Marcas

Em uma mudança significativa, a Marvel está renomeando seus esforços de streaming como Marvel Television para séries de ação ao vivo e Marvel Animation para seus programas de animação. Essa nova marca estreou com a série “X-Men ’97” e será aplicada à próxima série “Agatha All Along”, que chega ao Disney+ em setembro.

A reformulação da marca tem como objetivo dissipar a ideia de que o Universo Cinematográfico Marvel (MCU) é uma experiência narrativa unificada que exige que o público assista a tudo. “Parte do rebranding foi um sinal para o público em geral de que estamos criando muitas opções e você pode seguir o seu gosto dentro desta marca”, diz Brad Winderbaum, chefe de streaming, televisão e animação da Marvel.

Embora os personagens ainda vivam no mesmo universo, a interconectividade não será tão rígida. “A esperança é que, assim como nos quadrinhos, você possa simplesmente aparecer em qualquer lugar e ter uma experiência satisfatória”, explica Winderbaum. “Estamos tentando dissipar a ideia de que você precisa fazer qualquer tipo de configuração para assistir a qualquer outra coisa.”

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Marvel Spotlight: Destacando personagens menos conectados ao MCU

O banner Marvel Spotlight continuará existindo para destacar programas únicos e voltados para personagens menos conectados ao MCU. A série “Echo” e a próxima “Wonder Man” são exemplos dessa iniciativa.

A mudança na marca coincide com uma redução na produção de séries da Marvel. O CEO da Disney, Bob Iger, anunciou que o pipeline de TV da Marvel diminuiria para “provavelmente cerca de duas séries de TV por ano, em vez do que se tornou quatro”. Essa mudança visa garantir um maior controle de qualidade e evitar orçamentos disparados.

Ao chamar seus programas de “Televisão”, a Marvel busca resgatar uma abordagem mais tradicional da produção televisiva. “Gosto muito da ideia de dois shows por ano, até porque estamos desenvolvendo mais do que faturamos”, diz Winderbaum. “Costumávamos tratar os programas como se fossemos fazer um show e pronto, vamos chegar a uma data de lançamento, seja lá o que for. Bem, é difícil fazer um filme de duas horas, é ainda mais difícil fazer seis, sete, oito, nove horas. Portanto, agora temos uma abordagem mais tradicional.”

Novas histórias, novas possibilidades

Com a nova marca, a Marvel busca oferecer uma variedade ainda maior de histórias para o público, desde séries interligadas ao MCU até programas mais independentes. Essa mudança abre um leque de possibilidades para explorar diferentes gêneros e formatos, atraindo novos fãs e fidelizando os já existentes.

A nova marca Marvel Television e Marvel Animation representa um passo importante na estratégia da empresa para o streaming. Com essa mudança, a Marvel busca oferecer uma experiência mais personalizada e acessível para o público, garantindo a qualidade e a diversidade de suas histórias.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.