Por que Margot Robbie não será a Arlequina em Coringa 2?

A expansão do universo cinematográfico da DC continua. Afinal, houve a confirmação de “Coringa 2“, um filme que promete dar continuidade ao impacto da primeira edição, que dividiu críticos, mas conquistou o público. Além disso, o novo filme anuncia a inclusão de Arlequina, mas com uma abordagem diferente: Lady Gaga assumiu o papel que antes era de Margot Robbie. Mas por que essa mudança? Vamos mergulhar no universo da DC e entender a razão por trás dessa escolha.

O DCEU e seus Personagens Populares

O Universo DC se expandiu consideravelmente ao longo dos anos, ramificando-se em diferentes universos no cinema e na televisão. O ramo mais popular é o DCEU, que trouxe personagens amados como Coringa (Jared Leto) e Arlequina (Margot Robbie).

Eles estrearam em “O Esquadrão Suicida” de David Ayer, mas somente Arlequina continuou sua trajetória em filmes como “Aves de Rapina” e “O Esquadrão Suicida” de James Gunn. Coringa de Leto também apareceu em “Liga da Justiça” de Zack Snyder.

A Jornada de Coringa com Joaquin Phoenix

Enquanto os personagens do DCEU continuavam sua jornada, o universo da DC também apresentou uma abordagem mais sombria e fundamentada do Coringa em “Coringa” de Todd Phillips, com Joaquin Phoenix como Arthur Fleck. Essa versão do personagem se mostrou um sucesso de bilheteria e foi até indicada para vários prêmios.

Após muitos rumores, “Coringa 2” foi confirmado em junho de 2022. Todd Phillips compartilhou uma foto do roteiro finalizado, intitulado “Folie à Deux”, e Phoenix lendo-o. Logo depois, veio a notícia de que “Coringa 2” seria um musical e teria Arlequina, com Lady Gaga assumindo o papel.

Por que Margot Robbie não vai reprisar o papel de Arlequina?

Mas por que Margot Robbie não reprisará seu papel como Arlequina? A resposta reside na divergência dos universos da DC. O DCEU começou em 2013 com “Homem de Aço”. Porém, o desempenho abaixo do esperado de filmes como “Esquadrão Suicida” e “Liga da Justiça” levou a Warner Bros a explorar universos separados, como aqueles em que “Coringa” e “The Batman” estão inseridos. Portanto, diferentes versões de personagens podem existir simultaneamente,. Exemplo disso, são os Batman interpretados por Ben Affleck, Michael Keaton e Robert Pattinson, ou o Coringa de Leto e Phoenix.

“Coringa” é um filme muito mais sombrio que os que apresentam Arlequina interpretada por Robbie. A trama deve explorar um caminho mais sério e situado anos antes de Harleen Quinzel se tornar Arlequina. Assim, faz sentido deixar o papel aberto para uma nova atriz e uma interpretação completamente diferente. Arlequina em “Coringa 2” poderá ser uma amante, parceira ou até uma imitadora, explicando o título “Folie à Deux”.

A complexidade e a riqueza dos universos da DC permitem uma variedade de interpretações e abordagens dos personagens. “Coringa 2” promete continuar essa tradição, introduzindo uma nova versão de Arlequina que se alinha com a atmosfera mais sombria e profunda do filme. Essa flexibilidade é um testemunho da capacidade da DC de se reinventar e continuar a engajar o público em diferentes camadas de seu mundo expansivo. É um convite para os fãs explorarem novas dimensões e possibilidades na narrativa da DC.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.