Manhunt: Uma análise da série que explora a caçada a John Wilkes Booth

Manhunt: Uma Perspectiva Intrigante sobre a História Americana

Manhunt se destaca como uma adição valiosa à biblioteca da Apple TV+. Com atuações sólidas e uma visão histórica elegante, a série entrega mais do que o esperado. A narrativa principal captura a perseguição a John Wilkes Booth, mas um enredo paralelo expõe as complexidades da Era da Reconstrução. A criadora e showrunner Monica Beletsky (Friday Night Lights) traz uma perspectiva única para um momento crítico na história dos Estados Unidos.

Com performances convincentes de Tobias Menzies (The Crown) e direção consistente de nomes como Carl Franklin (O Diabo Veste Azul), Manhunt se torna imperdível para entusiastas da história. Logo após o assassinato de Abraham Lincoln, John Wilkes Booth (Anthony Boyle) foge da cena do crime, dando início a uma caçada épica. Mesmo conseguindo escapar, sua rota para a liberdade está longe de ser garantida. O Secretário de Guerra Edwin Stanton (Menzies) está determinado a encontrar Booth e desvendar o plano que levou à morte de Lincoln.

Em paralelo, a nação americana tenta lidar com as consequências da Guerra Civil, e os resultados sangrentos estão nas mãos do recém-empossado presidente Andrew Johnson (Glenn Morshower). Enquanto Johnson sabota os últimos desejos de Lincoln, Stanton se aproxima de Booth. Ao mesmo tempo, escravos negros libertos perdem tudo o que conquistaram. Quando o Serviço Secreto Confederado retalia, um confronto inevitável ameaça a todos.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

O Foco em Booth: O Que Torna Manhunt Tão Fascinante

Explorar a mente de um assassino é interessante, mas mergulhar na mente de alguém que a história nunca tentou compreender é ainda mais intrigante. Apesar de seus motivos diabólicos, é fascinante vê-lo como um homem com talento teatral genuíno, mas com a personalidade imatura de um tirano de escola. Boyle retrata Booth como um ser arrogante e desequilibrado. Depois de uma performance shakespeariana ovacionada, Booth se vangloria para seu colega de cena, virando-lhe as costas com desprezo.

Ao ouvir uma espectadora pedindo seu autógrafo, ele consente pomposamente. Porém, ao olhar para cima, percebe que ela se dirigia ao colega. Em outra cena, Booth está preso na fronteira sem como atravessar. Após se gabar de ter matado Lincoln, ele recebe permissão para passar. Esta versão de Booth é a de um renegado obcecado com a construção de seu próprio mito. A interpretação de Stanton por Menzies é matizada, mas um pouco menos precisa em termos de desempenho versus exatidão histórica.

Ficha Técnica

  • Manhunt (2024)
  • Classificação: Não recomendado para menores
  • Gênero: Drama, Thriller
  • Elenco: Tobias Menzies, Anthony Boyle, Lovie Simone, Matt Walsh, Brandon Flynn, Betty Gabriel, Will Harrison, Hamish Linklater, Damian O’Hare, Patton Oswalt, Lili Taylor
  • Lançamento: 15 de março de 2024
  • Temporadas: 1
  • Streaming: Apple TV+
  • Roteiro: Monica Beletsky
  • Direção: John Dahl, Carl Franklin
  • Showrunner: Monica Beletsky
  • Criadora: Monica Beletsky

Embora Stanton seja obviamente anti-escravidão, o grau de gentileza de um homem branco, de qualquer posição social, para com os negros é discutível. Às vezes, soa falso quando Stanton aparenta proteger excessivamente os personagens negros, mas este é um problema de roteiro, não de performance de Menzies. Sabiamente, o ator veterano destaca os aspectos mais agressivos de Stanton para equilibrar a ambiguidade. Sua total falta de empatia ao ter que escolher entre igualdade e vingança demonstra que a crueldade era um trunfo para Lincoln.

O equilíbrio entre narrativas: A força de Manhunt

O equilíbrio entre duas narrativas centrais torna Manhunt ainda mais interessante. A série posiciona, com maestria, Booth como estudo de personagem e a Era da Reconstrução como a trama condutora. As maquinações políticas impactam diretamente a aprovação de emendas constitucionais. Com uma perspectiva abrangente de Booth, Manhunt se esforça para mostrar os elementos que buscavam atrapalhar a Abolição e aqueles negros livres que corajosamente deram voz ao seu povo, enfrentando enormes riscos.

Vale destacar a performance potente de Boyle como Booth. No entanto, qualificar qualquer aspecto da série se torna desnecessário. Desde os figurinos até as performances individuais, Manhunt é coerente e consistente. Mesmo que não alcance níveis de premiação, a série é um sucesso que merece ser conferida.

Os dois primeiros episódios de Manhunt estão disponíveis na Apple TV+. Os episódios restantes serão lançados semanalmente, às sextas-feiras.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.