House of the Dragon: Qual o impacto do romance entre Alicent e Criston para a trama?

A segunda temporada de “House of the Dragon” está cheia de surpresas, e uma das mais impactantes não é uma morte brutal, mas a revelação de que Alicent e Criston Cole estão em um relacionamento sexual. Vamos explorar o que isso significa para os personagens e para a trama.

No episódio de estreia da segunda temporada, somos apresentados a duas cenas de sexo entre Alicent e Criston. A primeira mostra Criston realizando sexo oral na Rainha Mãe, e a segunda os mostra juntos na cama, enquanto Blood e Cheese matam o Príncipe Jaehaerys. Essas cenas não são gratuitas, mas sim reveladoras sobre os personagens envolvidos.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Por que Alicent e Criston estão juntos?

Existem várias razões pelas quais Alicent e Criston iniciaram um relacionamento sexual, que vão além do simples desejo físico. Alicent, por exemplo, nunca teve autonomia sexual: foi forçada a se casar com o Rei Viserys e sempre teve que cumprir seus deveres. Com Criston, ela finalmente tem controle, mas há mais por trás dessa escolha.

Criston foi um dos motivos que causaram a separação entre Alicent e Rhaenyra. O cavaleiro dormiu com a princesa, mudando a visão de Alicent sobre sua amiga. Alicent sempre desejou a liberdade que Rhaenyra tinha, e ao se envolver com Criston, ela sente que está tomando algo de Rhaenyra e experimentando algo que sempre lhe foi negado.

Para Criston, o relacionamento com Alicent é uma forma de obedecer ordens, mas também de se vingar de Rhaenyra. Alicent representa a versão idealizada de Rhaenyra, alguém pura e boa, reforçando a crença de Criston de que ele é um homem honrado, apesar de saber que já se desonrou e continua a fazê-lo.

Quando o relacionamento começou?

Uma questão intrigante é quando exatamente o relacionamento entre Alicent e Criston começou. No episódio de estreia da segunda temporada, Alicent menciona que “não pode acontecer novamente”, sugerindo que o relacionamento já existia antes. No entanto, há poucos indícios claros de quando isso começou, especialmente porque a série retoma poucos dias após o final da primeira temporada.

O relacionamento entre Alicent e Criston já teve um impacto claro, como visto no final do primeiro episódio da segunda temporada. Eles estavam na cama juntos quando Blood e Cheese mataram o príncipe, o que deve gerar um sentimento de vergonha e culpa em ambos, além de levantar questões sobre o paradeiro do Lorde Comandante da Guarda Real durante o ataque.

Este relacionamento não está presente no livro “Fire & Blood”, o que torna a sua inclusão na série ainda mais intrigante. Será interessante ver como esse relacionamento influencia as decisões dos personagens à medida que a temporada avança.

Possíveis consequências futuras

Se alguém além de Helaena descobrir o relacionamento, isso pode causar grande escândalo, trazendo vergonha não apenas para Alicent e Criston, mas para toda a facção Green. Em Westeros, manter a aparência é crucial, e a quebra de votos será vista como algo negativo, mesmo que muitos façam coisas piores.

A continuação desse relacionamento pode afetar significativamente a dinâmica de poder e as decisões dentro da trama, adicionando uma camada de complexidade à já tumultuada guerra civil dos Targaryen, conhecida como a Dança dos Dragões.

“House of the Dragon” continua a nos surpreender com sua profundidade e desenvolvimento de personagens. Fique ligado para mais episódios, que vão ao ar aos domingos às 22h no Max.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.