Folhas de Outono: Final Explicado do Filme

Em um cenário onde as folhas de outono dançam ao sabor do vento finlandês, Aki Kaurismäki nos presenteia com uma obra marcante e poética, “Folhas de Outono“. Este filme de comédia dramática romântica, lançado em 2023, é o 20º longa-metragem do renomado diretor finlandês-alemão. Estrelado por Alma Pöysti e Jussi Vatanen, o filme nos leva por uma jornada pelas ruas de Helsinque, explorando as vidas solitárias de Ansa e Holappa, onde a busca por conexão e superação se entrelaçam na trama. E abaixo, confira tudo que acontece na trama.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Enredo de Folhas de Outono

Ansa, interpretada por Alma Pöysti, é uma mulher solteira que enfrenta a monotonia da vida em Helsinque, trabalhando em um supermercado sob um contrato de zero hora. Seu cotidiano é entrecortado por Holappa, vivido por Jussi Vatanen, um igualmente solitário e deprimido jateador de areia. O destino entrelaça suas vidas quando, em um bar de karaokê, eles se percebem, mas o silêncio predomina entre eles.

A narrativa se desenrola entre contratempos inesperados, desde desempregos repentinos até a presença de uma adorável cachorrinha de rua. Ansa, demitida por levar alimentos vencidos, encontra Holappa novamente, iniciando uma jornada de altos e baixos. Suas vidas se entrelaçam, mas a comunicação entre eles permanece fragmentada.

A história se aprofunda quando Ansa, desesperada por dinheiro, começa a trabalhar em um bar, apenas para ser demitida novamente. Seu caminho cruza-se repetidamente com o de Holappa, mas a falta de comunicação persiste. O encontro finalmente acontece do lado de fora de um cinema, desencadeando uma série de eventos que testam a força de sua conexão.

O ápice da trama ocorre quando Holappa é atingido por um trem a caminho de encontrar Ansa. O filme nos leva por um turbilhão de emoções, explorando a fragilidade da vida e os desafios que surgem em meio ao desejo de conexão.

Final Explicado

Ansa, sem saber do trágico acidente de Holappa, espera por seu retorno em casa. Dias se passam, e ela, passeando com um cachorro adotado chamado Chaplin, reencontra Huotari, colega de Holappa. A revelação de que Holappa está em coma deixa Ansa devastada. Enquanto ele está inconsciente, Ansa visita-o diariamente, compartilhando palavras e lendo para ele.

A história toma um rumo surpreendente quando Holappa finalmente acorda, mas em vez de perguntar o nome de Ansa, ele quer saber o nome do cachorro. Ela responde “Chaplin”. A narrativa encerra-se com a promessa de uma nova fase para Ansa e Holappa, simbolizando a resiliência da vida e a capacidade de superação mesmo diante das adversidades.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.