Final de Godzilla Minus One: Ele morreu?

No último fim de semana, Godzilla Minus One fez sua estreia surpresa na Netflix, pegando muitos assinantes desprevenidos. Se você finalmente assistiu ao filme vencedor do Oscar de Melhores Efeitos Visuais no conforto da sua casa, é possível que tenha ficado com algumas perguntas sobre o chocante final do filme. O que aconteceu com Noriko? Godzilla está realmente morto? E há chances de uma sequência? Atenção: Spoilers de Godzilla Minus One à frente.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Contexto Histórico e a Ascensão de Godzilla

Escrito e dirigido por Takashi Yamazaki, Godzilla Minus One estreou nos cinemas em 1º de dezembro de 2023, tornando-se o filme live-action japonês de maior bilheteria nos Estados Unidos. O blockbuster também fez história ao ser o primeiro filme da franquia a ganhar um Oscar.

A trama se passa no Japão devastado após a Segunda Guerra Mundial, quando Godzilla emerge na costa de Tóquio. O ex-piloto kamikaze Kōichi Shikishima (Ryunosuke Kamiki), assombrado pela culpa de falhar em sua missão, tenta recomeçar sua vida em Tóquio ao lado de Noriko (Minami Hamabe), uma mulher que cria uma órfã chamada Akiko (Sae Nagatani).

Enquanto Tóquio começa a se reconstruir das ruínas da guerra, Godzilla ataca a cidade vulnerável. Originário da Ilha Odo, o monstro foi exposto aos testes nucleares em Bikini Atoll, o que o fez crescer significativamente e adquirir a habilidade de lançar um raio de calor atômico pela boca. Antes de se dirigir ao Japão, a criatura já havia afundado navios americanos no Pacífico Sul.

Explicando o Final de Godzilla Minus One

No final de Godzilla Minus One, um plano elaborado pelo ex-cientista naval Kenji Noda é colocado em ação para derrotar Godzilla. Eles atraem o monstro para a baía e o cercam com uma frota de navios. Gás de tanques de Freon é liberado, diminuindo rapidamente a densidade da água e fazendo com que Godzilla afunde 1500 metros abaixo do nível do mar. Balões pressurizados são preparados para lançá-lo de volta à superfície em alta velocidade, causando uma descompressão explosiva que, teoricamente, despedaçaria a besta.

Embora o plano quase tenha sucesso, Godzilla consegue romper os balões destinados a trazê-lo à superfície. Mesmo ferido, o monstro não está morto. Shikishima realiza então um ato sacrificial ao pilotar seu avião cheio de explosivos diretamente para a boca de Godzilla. Essa ação sobrecarrega o sopro atômico de Godzilla, causando uma explosão massiva que aparentemente aniquila o monstro. Felizmente, Shikishima consegue ejetar do avião antes da colisão.

Durante o primeiro ataque de Godzilla, Noriko é dada como morta após o monstro devastar a cidade com seu sopro atômico. No entanto, o final do filme revela que Noriko está viva, e Shikishima finalmente pode visitá-la após o sucesso da missão. Apesar da alegria do reencontro, uma misteriosa marca negra no pescoço de Noriko chama a atenção. Segundo o diretor Takashi Yamazaki, essa marca são células de Godzilla, conhecidas como G-cells.

As Células de Godzilla e Teorias de Sequência

As G-cells foram usadas para criar dois dos vilões mais proeminentes de Godzilla, Biollante e SpaceGodzilla. A presença dessas células em Noriko gerou teorias entre os fãs sobre a possibilidade de um filme de sequência envolvendo Biollante ou SpaceGodzilla. Ainda não se sabe o que as G-cells significam para a personagem Noriko e se ela desenvolverá habilidades imortais.

Embora pareça que Shikishima conseguiu desintegrar o corpo de Godzilla com seu avião cheio de explosivos, a última cena do filme sugere que a morte da criatura pode não ser definitiva. Os espectadores veem a carne regeneradora de Godzilla afundando no oceano e começando a borbulhar, deixando espaço para a possibilidade de um novo Godzilla emergir dos restos mortais.

Haverá uma Sequência de Godzilla?

Uma sequência de Godzilla Minus One parece provável, dado o final ambíguo do filme e seu enorme sucesso mundial. No entanto, Yamazaki revelou em janeiro que ainda não estava em conversações com a Toho para criar uma sequência.

“Não, não há tal [filme em andamento] de forma alguma”, disse ele em entrevista ao site japonês HJ Web. “Mas eu ficaria um pouco triste se alguém fosse escolhido para o próximo filme. Quando alguém diz: ‘Esta é a pessoa que dirigirá o próximo Godzilla’, eu penso: ‘Ah!’ E quando alguém diz: ‘Por favor, faça isso’, eu penso: ‘Ah!’ [risos]”

O diretor acrescentou que já tem ideias para outro filme de Godzilla Minus One se a Toho der luz verde. “Se eu fosse dirigir o próximo filme de Godzilla, gostaria de fazer uma sequência deste”, explicou Yamazaki. “Tem havido dois filmes independentes de Godzilla seguidos agora, então talvez o próximo precise apresentar um monstro vilão.”

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.