15 curiosidades sobre o filme Minority Report – A Nova Lei

Minority Report aborda temas como livre arbítrio, ética em tecnologia, confiança nas autoridades e os limites da vigilância do estado.

Minority Report – A Nova Lei é um filme de ficção científica de 2002, dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Tom Cruise. A trama se passa em 2054, em uma sociedade onde a polícia pré-cognitiva é capaz de prever crimes antes que eles aconteçam.

O filme é repleto de curiosidades interessantes sobre o seu desenvolvimento, desde o seu processo criativo até a sua produção e lançamento. Neste texto, serão apresentadas algumas das curiosidades mais fascinantes sobre este clássico do cinema de ficção científica.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Enredo de Minority Report – A Nova Lei

O filme “Minority Report – A Nova Lei” é uma adaptação do conto de ficção científica de mesmo nome escrito por Philip K. Dick. O enredo se passa em Washington, D.C., em 2054, onde uma divisão de pré-crime, liderada por John Anderton (interpretado por Tom Cruise), usa três seres humanos precognitivos para prever e impedir assassinatos antes que eles aconteçam.

No entanto, quando o próprio nome de Anderton aparece nos relatórios de previsão de crimes, ele é forçado a fugir e lutar para provar sua inocência enquanto tenta desvendar uma conspiração ainda maior que ameaça o próprio sistema de pré-crime. Ao longo do caminho, ele encontra a mãe de um dos precogs, Agatha (interpretada por Samantha Morton), que pode ter informações cruciais para ajudá-lo em sua busca.

Curiosidades de Minority Report – A Nova Lei

Aqui estão 15 curiosidades sobre o filme Minority Report – A Nova Lei:

  1. O filme é baseado em um conto de ficção científica de Philip K. Dick, publicado pela primeira vez em 1956.
  2. Steven Spielberg foi o diretor do filme e trabalhou com Tom Cruise pela segunda vez, depois de “Guerra dos Mundos”.
  3. O filme apresenta tecnologia futurista, como veículos sem motorista, publicidade personalizada e reconhecimento de íris.
  4. Para criar a ilusão da “pre-cognição”, os atores foram filmados em câmera lenta e depois acelerados na pós-produção.
  5. O filme apresenta um número de Easter eggs, incluindo referências a outras obras de Philip K. Dick e até mesmo um cameo do próprio autor.
  6. O filme teve um orçamento estimado de US $ 102 milhões.
  7. A trilha sonora foi composta por John Williams, que trabalhou em vários filmes icônicos, incluindo a série Star Wars e a trilogia Indiana Jones.
  8. A produção usou mais de 200 carros personalizados, muitos dos quais foram modificados para parecerem veículos futuristas.
  9. O papel de Anderton foi originalmente oferecido a Matt Damon, que recusou o papel.
  10. O ator Peter Stormare foi originalmente escalado para interpretar o Dr. Solomon Eddie, mas o papel acabou indo para Lois Smith.
  11. Os atores Tom Cruise e Colin Farrell fizeram muitas de suas próprias cenas de ação.
  12. O filme foi indicado para um Oscar de Melhores Efeitos Visuais em 2003.
  13. O filme tem um final alternativo, onde Anderton é preso pelo assassinato de Crow, em vez de ser perdoado pelo Departamento de Justiça.
  14. O filme foi um sucesso financeiro, arrecadando mais de US $ 358 milhões em todo o mundo.
  15. Em 2015, a rede de televisão Fox anunciou que estava desenvolvendo uma série de TV baseada no filme, mas o projeto acabou sendo cancelado após a filmagem do episódio piloto.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Você pode cancelar, se desejar. Aceitar