10 curiosidades surpreendentes sobre Dia Dos Namorados Macabro 3D

Aos amantes do horror, o destino cinematográfico anual no dia 14 de fevereiro será sempre Dia Dos Namorados Macabro, o intrigante slasher produzido uma vez em 1981 e novamente em 2009. Sob a direção de Patrick Lussier, a refilmagem de 2009 recebeu elogios por ser um slasher divertido e hiper-violento, com o toque peculiar de ser projetado em 3D. E abaixo, vamos te contar 10 curiosidades sobre a produção.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

1. Primeiro Filme 3D com Classificação R

Produzido durante a febre do 3D no início da década, Dia Dos Namorados Macabro fez história ao se tornar o primeiro filme com classificação R a ser projetado em Tecnologia Real D. Além disso, foi o primeiro filme 3D com classificação R a ter uma ampla distribuição em mais de 1.000 cinemas.

O filme foi todo gravado digitalmente em resolução 4K, utilizando a câmera Red One e uma câmera de cinema digital SI-2K. Para cinemas não equipados com projeção 3D, versões 2D foram lançadas.

2. Localização de “The Mothman Prophecies”

Enquanto o original de Dia Dos Namorados Macabro tornou-se icônico por sua filmagem em Sydney Mines, Nova Scotia, a refilmagem foi feita em Pittsburgh, Pensilvânia, para aproveitar os generosos incentivos fiscais. Lussier reutilizou a mesma locação e a ponte notável do filme de 2002 “The Mothman Prophecies,” ambos filmados no oeste da Pensilvânia, incluindo a cidade de Kittanning.

3. Caminhoneiro Interpretado pelo Roteirista

Uma das cenas mais memoráveis de Dia Dos Namorados Macabro é o assassinato no quarto do hotel, onde Irene (Betsy Rue) corre freneticamente pelo estacionamento completamente nua antes de ser morta em uma banheira em forma de coração.

Acredite ou não, o caminhoneiro Frank foi interpretado por Todd Farmer, co-roteirista do filme ao lado de Zane Smith. Esta não foi a primeira vez que Farmer apareceu em um filme que escreveu; a primeira foi em “Jason X” (2001), no qual interpretou o personagem Dallas.

4. Nudez de Betsy Rue

Falando da infame cena de nudez de Betsy Rue, muitos acreditavam que Farmer escreveu a morte dessa maneira no roteiro para poder passar mais tempo com Rue nua no set. A verdade é que a nudez no filme foi sugerida pela própria Rue.

Sobre a cena, Rue disse ao channelguidemag.com em 2012: “esse foi todo o propósito do que eu queria fazer. ‘Ok, eu vou ficar nua, então é melhor eu ser boa em vez de apenas ficar nua.’ Eu queria que o público esquecesse o fato de que eu estava nua correndo pelo estacionamento e sendo morta e realmente ficasse com medo por mim.”

5. Crossover Sobrenatural

Em 2009, as estrelas de “Supernatural”, Jensen Ackles e Jared Padalecki, protagonizaram remakes mainstream de filmes icônicos de terror dos anos 80. Padalecki atuou em “Friday the 13th”, enquanto Ackles estrelou Dia Dos Namorados Macabro 3D.

Em tom de brincadeira com a carreira cinematográfica de Ackles, “Supernatural” exibiu um episódio chamado Dia Dos Namorados Macabro em 11 de fevereiro de 2010. O episódio envolve valentões homicidas e suicidas corrompidos por um cupido do mal descontrolado.

6. Frase Reciclada de Tom Atkins

Dia Dos Namorados Macabro 3D tem Tom Atkins como o xerife Burke, a autoridade máxima na pequena cidade mineira de Harmony. Em uma cena dentro de um bar cheio de frequentadores histéricos, o xerife Burke grita a frase “Todo mundo se acalme, droga!”.

Dois anos depois, no filme “Drive Angry,” também escrito por Farmer e dirigido por Patrick Lussier, Atkins interpreta um personagem diferente chamado Cap, que repete exatamente a mesma frase durante a sequência climática de bloqueio rodoviário.

7. Halloween Horror Nights

A menos que estivesse em Hollywood no outono de 2009, você provavelmente não percebeu que “MBV 3D” se tornou uma atração no evento Halloween Horror Nights no Universal Studios. As duas localizações incluíam a Mina Hanniger nº 5 e o Motel Thunderbird.

Personagens do evento incluíam Harry Warden, Burnt Miner, Motel Girl, Motel Guy, Shovel Girl e Fresh Kill Victims. De acordo com John Murdy, a atração originalmente deveria ser baseada em “The Wolf Man”, mas, devido ao adiamento da data de lançamento, foi alterada para acomodar “MBV 3D”.

8. Homenagem a Filmes Slasher

Embora não haja uma maneira real de confirmar a intenção disso, duas mortes grotescas no filme fazem referência direta às maiores franquias de filmes slasher de todos os tempos: “Halloween” e “Friday the 13th”. No início do ataque do Mineiro, ele usa uma picareta para empalar uma vítima por trás até que seu olho salte da órbita em direção à câmera em 3D.

A vítima não apenas se chama Jason (como em Voorhees), mas a cena é quase idêntica a uma em “Friday the 13th 3D”. Mais tarde, outra vítima chamada Michael é assassinada de uma maneira que lembra o modus operandi homicida de Michael Myers.

9. Assassino Diferente do Original

A menos que você esteja bem familiarizado com ambas as versões, pode ter perdido o fato de que assassinos diferentes são responsáveis em cada filme. Spoiler: No original de 1981, Axel era o assassino. No remake de 2009, Tom foi revelado como o assassino.

Como grande parte da trama depende do elemento whodunit e da identidade do assassino, Lussier optou sabiamente por seguir um caminho diferente, para que os fãs do original não adivinhassem facilmente o resultado e estragassem o final para si mesmos e outros.

10. Quase Banido na Austrália

Devido à sua intensa carnificina gráfica, “MBV 3D” quase foi banido na Austrália. O filme enfrentou uma reação pública tão negativa que ficou entre os cinco filmes mais reclamados do ano (12) pelo Australian Classification Board. Embora o filme tenha recebido a classificação R mais restritiva para um lançamento não pornográfico, vários cinéfilos pediram o banimento do filme dos cinemas. No entanto, o esforço foi em vão.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.