Crítica The Batman: Por que o filme é uma perda de tempo?

A espera acabou: finalmente chegou aos cinemas nesta terça-feira (01), a pré-estreia de The Batman, o tão esperado filme da DC. Nas filas do cinema, neste feriadão de carnaval, foi possível encontrar muitos fãs do super-herói, ansiosos e nervosos por conferir como Robert Pattinson daria vida ao morcego mais amado do mundo. Pois bem, foram 2 horas e 56 minutos de filme, o que pareceu uma eternidade, e me fez pensar “por que perdi 3 horas da minha vida com isso?”. Abaixo, saiba o porquê. ATENÇÃO CONTÉM SPOILERS!

VEJA TAMBÉM

Crítica The Batman: Por que o filme é uma perda de tempo?

Como já era esperado, o filme The Batman que se passa em um ambiente e cenário bastante sombrio de Gotham. Isso mesmo, se você já considerava os filmes da DC e do homem-morcego até então obscuros, este novo longa é ainda mais e supera tudo que você já viu. E Bruce Wayne também: ele está ainda mais sombrio, retraído, e recluso. E posso arriscar dizer: embora o personagem da DC passe um imaginário de herói forte e destemido, neste filme vemos Bruce frágil, dramático, sensível.

Em suma, Robert Pattinson de fato tenta dar o seu melhor. Porém, por mais sombrio que ele tente ser, ainda assim, é difícil separá-lo de Edward Cullen, de Crepúsculo. Ou seja, por mais que o ator tente, jamais conseguirei vê-lo como um Batman de verdade, como via nos filmes em que Ben Affleck e Michael Keaton interpretava o homem-morcego.

Um fato interessante, é que o diretor Matt Reeves, já havia afirmado que criou esta nova versão de Batman, se inspirando em Kurt Cobain, ex-vocalista do Nirvana. Inclusive, a música da banda, Something in the way, embala o filme por alguns momentos. E aqui entra algo que se deve elogiar: a trilha sonora do filme é excepcional. Inclusive, a trilha que toca nas cenas de ações de Batman.

Outro ponto importante a destacar, é que o filme abusa de construções antigas, clássicas e muito belas, verdadeiras obras de arte. Exemplo disso, é a mansão Wayne, onde Batman vive com Alfred, seu fiel companheiro: o interior da mansão é simplesmente deslumbrante.

Enredo

Afinal, o que acontece em The Batman? Qual a sua história? Em suma, o filme apresenta Bruce Wayne bem diferente daquele socialite que vemos na atuação de Ben Aflleck, por exemplo. Ele se tornou um adulto traumatizado por conta do assassinato dos pais, e se culpa de certa forma, pelo ocorrido.

E assim, o vemos em busca de vingança, de justiça contra os assassinos, assaltantes e vândalos de Gotham. Entretanto, por mais que ele se esforce em combater o crime, ele é apenas um, contra uma legião de bandidos, espalhados pela cidade. E um vilão em especial, faz Batman se debater em interrogações, após ele cometer um assassinato peculiar.

Em suma, Charada assassina o prefeito da cidade, que busca a reeleição. O vilão deixa sinais e mensagens sobre “acabar com a mentira”. E o pior: ele deixa uma carta para Batman, com uma charada. E assim, Bruce e Alfred começam a investigar e desvendar as mensagens e sinais que o assassino deixa.

Enquanto isso, Charada continua cometendo assassinatos, no mesmo estilo que o primeiro, e deixa sinais e mensagens para Batman. Esses fatos deixam o Comissário Gordon e Batman bastante apreensivos, e em busca da verdade. E no meio desse contexto, conhecemos a Mulher-Gato, que trabalha na boate de Pinguim, local em que o alto escalão da cidade, frequenta às escondidas, e realiza negócios sujos.

Quem é o Charada, e o que ele quer?

Em todos os ataques que o Charada comete, ele deixa mensagens de justiça, de acabar com a mentira. Em suma, o vilão quer desmascarar os esquemas de corrupção e problemas obscuros, que se passam em Gotham. Tendo isso claro, Batman começa a correr atrás de pistas que possam apontar quem deve ser a próxima vítima de Charada.

Mal sabe ele, que a próxima vítima, é ninguém menos que Bruce Wayne. Isso mesmo, Charada quer matar Bruce, de forma a vingar o que seu pai fez no passado. A partir dai, todas as verdades que Bruce construiu, caem em terra. Ele descobre que no passado, em busca de se eleger como prefeito, Thomas Wayne incitou um crime.

Isso mesmo, durante a sua candidatura, um jornalista descobriu um escândalo sobre a família da mãe de Bruce, que poderia acabar com a carreira política de Thomas. Diante disso, Thomas pede que seu amigo corrupto Falcone, para dar um susto no jornalista, que não aceitou ser comprado. Assim, Falcone assassina o jornalista, de forma a proteger o amigo.

A partir disso, Bruce descobre que na verdade, Thomas era tão corrupto, quanto os demais criminosos da cidade – muito diferente do que ele imaginava. Sendo assim, era por isso que Charada queria se vingar de Bruce, de forma a “limpar”Gotham. Nesse momento, vemos Bruce ainda mais introspectivo, e inundado em seu drama familiar.

Batman trabalha com Charada?

Durante o enredo, Charada faz Batman correr atrás de pistas, em busca de novas dicas, conforme citado acima. E ao se dar conta, e desmascarar os cabeças do sistema corrupto, Batman faz exatamente o que o vilão queria: expor os criminosos, e colocá-los na mira do assassino. Infelizmente, quando Batman se dá conta disso, é tarde demais: Charada consegue matar quem ele queria.

E é ai que o filme mostra, que o vilão esteve próximo o tempo todo, em um apartamento. E a partir de uma “testemunha”, Charada é capturado pela polícia e pede para conversar com Batman. Durante essa conversa, Charada desmascara Batman, revelando a sua identidade, e contando que sua vingança contra a corrupção e Batman, ainda não terminou. Inclusive, afirma que o herói o ajudou em seus planos, ao expor o seu último alvo.

A partir dessa revelação, Batman fica desesperado em busca de pistas. E então, ele descobre que Charada preparou uma vingança, que promete acabar com Gotham. É dito isso, pois ele armou 8 bombas para explodir em pontos estratégicos da cidade, de forma a inundar a mesma. E o pior: no momento em que toda a cidade está na rua comemorando a eleição da prefeita Bella. Para piorar, ele organiza a sua vingança com apoiadores, que se preparam para uma chacina.

Ao descobrir o plano maligno, é tarde demais… As explosões acontecem, e as pessoas se reúnem em um ponto mais alto da cidade para se proteger: um ginásio. E é lá que estão os apoiadores de Charada, que começam a disparar contra os cidadãos, ao mesmo tempo em que a água começa a inundar o local. A partir disso, Batman, Mulher-Gato e Gordon juntamente com os seus policiais, começam a travar batalhas contra os vilões.

O caos terminou?

No final do filme, vemos Charada se lamentar que muitas pessoas sobreviveram, e que seus apoiadores foram derrotados. E o pior: que Batman ganha destaque por salvar vidas.

Mas é ai que aparece um elemento surpresa: um outro criminoso, na sala ao lado de Charada, começa a consolar o vilão. Inclusive, ele oferece ajuda para revidar. E ao que tudo indica, principalmente por conta da risada do personagem, devemos estar diantes do personagem Coringa. Porém, isso é pano pra manga para uma possível continuação do filme.

Além disso, o filme tem uma cena pós-crédito um tanto enigmática. Clique aqui, e confira o porquê.

Ponta solta

Uma ponta solta no filme, que ficou sem resolução, ocorreu durante a conversa entre Batman e Charada, quando o vilão está preso. Enquanto Charada desmascara Bruce Wayne, aparece uma câmera gravando a narrativa. Em suma, essa informação é de ouro, já que a maior curiosidade do povo de Gotham, é saber quem está por trás da máscara do super-herói.

Porém, o filme termina, e essa informação fica voando. Ou seja, fica uma ponta solta. Charada revelou o segredo de Bruce Wayne para Gotham? Ou o super herói confiscou as gravações, ou pior, subornou o seu amigo policial para protegê-lo? Essa é uma questão que ficou em aberto, e realmente, fica difícil de prever.

História se arrasta e fica interminável

Como dito na introdução, o filme tem 2 horas e 56 minutos. E sim, o filme parece uma eternidade. Em suma, a história se arrasta em 98% do tempo. Para você ter ideia, demora 1 hora e 30 minutos, para que o filme tenha a primeira cena de ação. E depois dessa cena, só com 2 horas e 45 minutos que voltamos a ter ação novamente. Ou seja, na maior parte do tempo, esperamos o que não acontece: Batman em ação dando todo o seu potencial.

No restante do tempo, vemos Batman se arrastando, inundado de dúvidas sobre quem é Charada, e o que ele quer dizer com os assassinatos que comete. Além disso, Bruce afunda em um passado sombrio e terrível sobre a sua família, que o fazem questionar e desconstruir tudo que ele acreditava ser verdade.

A primeira cena de ação, que acontece depois de 1 hora e 30 minutos, mostra Batman em uma perseguição feroz e incrível, atrás de Pinguim. E acredite: a cena é incrível e te faz vibrar na cadeira. Porém, depois o filme volta ao marasmo. E ele só volta a ter ação de novo, quando Batman tenta salvar a população, de uma emboscada do Charada, que pretende dizimar a população de Gotham.

Elenco de The Batman

Além de Batman, interpretado por Robert Pattinson, vemos a Mulher-Gato, interpretada por Zoë Kravitz. Em suma, a atriz dá o seu melhor, e seus trejeitos condizem com o que se espera da personagem. E me arrisco a dizer, que ela parece mais corajosa, determinada e forte que Batman.

É dito isso, pois a personagem dá a sua cara a bater quando necessário, e mesmo que Batman interfira em suas ações e planos, a Mulher-Gato não baixa a cabeça. Além disso, a personagem traz em cena a representatividade LGBTQIA+, já que a personagem tem um relacionamento com uma mulher que é assassinada durante a trama.

Enquanto isso, Colin Farrell dá vida ao Pinguim. E aqui, preciso dizer: a maquiagem está de parabéns. O ator está irreconhecível. E a sua atuação, em especial a cena de perseguição que citei acima, é fenomenal. Mas claro, para quem espera Pinguim como aquele vilão super ativo, preciso alertar que isso não acontece. No longa, Pinguim integra uma seita de Renovação, que nada mais é, do que um grupo de corruptos, bandidos e traficantes.

Outro personagem que merece destaque, é o ator Paul Dano, que dá vida ao Charada, o personagem que conduz a história deste Batman. Em suma, a história de Charada é muito enigmática, e cheia de mistérios. E talvez tenha sido por isso, ou seja, por esperar um novo ataque do vilão, que não dormi no cinema. O mistério em torno dos ataques do vilão, bem como as pistas em forma de charada que ele vai dando ao super-herói, alimentam a história. Inclusive, é ele que revela uma história que acaba com o “castelo de areia” em que Bruce vivia.

Por fim, merece destaque também Jeffrey Wright, que dá vida ao Comissário Gordon. Em suma, o personagem investiga os assassinatos, e tem como “assessor” o Batman. Inclusive, ele é um dos poucos policiais que não se corrompeu, que segue a lei, assim como as pistas de Batman. Wright tem uma atuação brilhante, e por isso, merece destaque.

Então, curtiu a matéria?

Por fim, se você gostou do nosso conteúdo, te convidamos a nos seguir no Google News. Além disso, você pode nos seguir nas redes sociais TwitterInstagram e Facebook para ficar por dentro de tudo que rola no mundo das series e filmes.