Kate Sharma: Diferenças da Personagem na Série e no Livro de Bridgerton

Bridgerton, a série da Netflix que acompanha os romances dos irmãos da família Bridgerton, encantou a audiência com o amor entre Anthony Bridgerton (Jonathan Bailey) e Kate Sharma (Simone Ashley) em sua 2ª temporada. Baseada no romance de Julia Quinn, “The Viscount Who Loved Me”, a temporada traz uma protagonista feminina que desafia os padrões da época da Regência Britânica. Entretanto, existem diferenças notáveis entre a personagem do livro e a da série.

A série de Bridgerton e suas inovações

A produção da Shondaland, empresa de Shonda Rhimes, reimagina uma sociedade londrina da era da Regência, onde pessoas de cor compõem a realeza e a classe soberana. Essa inclusão de diversidade é uma inovação que os livros não possuíam.

Além de alterar algumas histórias de fundo e raças dos personagens, a série também muda certos pontos da trama para tornar o material dos romances de Quinn mais envolvente na tela. Kate Sharma, de Bridgerton, é uma personagem com diferenças significativas.

As diferenças de Kate Sharma no livro e na série

A mudança mais notável entre a personagem Kate nos livros de Bridgerton e na série de TV é sua idade e raça. No livro “The Viscount Who Loved Me”, o sobrenome de Kate é Sheffield, e ela é descrita como tendo cabelos loiros e pele clara. Ela tem apenas 21 anos e participa ativamente da temporada social para encontrar um marido, mesmo que seu foco principal seja ajudar sua irmã mais nova, Edwina, a encontrar um par.

Na 2ª temporada de Bridgerton, o sobrenome de Kate é Sharma e sua família é de origem indiana. Ela já tem 26 anos, o que, pelos padrões da sociedade da Regência, indica que ela está além da idade elegível para encontrar um marido.

Os impactos das alterações na série

Alterar a raça de Kate não apenas acrescenta diversidade à série, mas também eleva o nível do relacionamento de Kate com Anthony, uma vez que seu plano de retornar à Índia após a temporada social cria uma contagem regressiva de alto risco.

A idade avançada de Kate em Bridgerton exerce mais pressão sobre Edwina (Charithra Chandran) para garantir um dote, e isso é o que impede Kate de ceder aos seus sentimentos por Anthony por tanto tempo. Além disso, a idade de Kate contribui para sua independência, tornando-a uma parceira igual a Anthony.

A independência de Kate Sharma no primeiro encontro com Anthony Bridgerton

No livro “The Viscount Who Loves Me”, Kate e Anthony se conhecem e discutem em um baile no início da temporada social. E assim, iniciam a sua relação antagonística por causa de Edwina. Porém, o primeiro encontro deles na série da Netflix, estabelece um intrigante interesse mútuo e evidencia a independência de Kate.

No primeiro episódio da 2ª temporada de Bridgerton, “Capital R Rake”, Anthony e Kate acabam competindo um contra o outro em uma corrida de cavalos. Neste encontro, Anthony observa que Kate não está andando de lado na sela, como uma mulher deveria estar. Durante a conversa, ambos percebem o quanto são competitivos e teimosos, antecipando seu futuro relacionamento.

Ao se despedir, Kate não revela seu nome para Anthony, mostrando o quanto ela é diferente das mulheres de sua época. Essa forma de encontro demonstra a independência de Kate Sharma e a química com Anthony simultaneamente.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.