Arquivos da Perversão: Onde está o sobrevivente de abuso dos escoteiros hoje?

O documentário do Hulu, ‘Arquivos da Perversão: A Verdade Sombria da Boy Scouts of America‘, é um olhar perturbador sobre as entranhas de uma organização. Durante décadas, ela simbolizou os ideais da juventude e do civismo nos Estados Unidos.

A produção vai além das estatísticas assustadoras – mais de 82.000 denúncias de abuso sexual contra líderes e voluntários – e nos apresenta a histórias de indivíduos reais, como Stuart Lord, que não apenas sofreram nas mãos dessas figuras autoritárias, mas também lutaram por justiça. Quem é Stuart Lord, e como ele conseguiu virar a página após anos de trauma?

Quem é Stuart Lord?

Stuart Calvin Lord nasceu em 9 de abril de 1959, em New Rochelle, Nova York, onde foi criado no sistema de acolhimento ao lado de seu irmão gêmeo Stanley. Desde muito jovem, Stuart se interessava por ativismo ao ar livre e comunitário.

Seu entusiasmo pelo ar livre o levou a se juntar aos Escoteiros da América, uma decisão que se tornaria uma mancha escura em sua infância. Durante quase oito anos, de 1970 a 1978, Stuart foi abusado por seu líder escoteiro Lonnie Barnes.

O trauma foi tão avassalador que Stuart não contou a ninguém sobre o abuso até chegar aos 40 anos. Só veio a público quando o próprio Lonnie confessou suas ações hediondas à polícia. Esse momento foi libertador para Stuart.

“Eu devo ter lido aquele e-mail cem vezes, porque eu não precisava mais provar para as pessoas que fui abusado. Eu estava livre”, ele compartilhou no documentário do Hulu. Em 2012, Stuart apresentou um relatório à polícia de New Rochelle e, eventualmente, decidiu processar os Escoteiros da América.

Reconstruindo uma Vida

Apesar do sofrimento indescritível e da traição por alguém que agiu como figura paterna durante seus anos de abuso, Stuart se reergueu. Após concluir o ensino médio, ele decidiu focar em suas outras paixões: o ativismo comunitário e a espiritualidade. Ele obteve uma licenciatura em Estudos Religiosos e Sociologia, seguida de um Mestrado em Divindade e Teologia e um Doutorado em Gestão Educacional.

Stuart ocupou posições executivas em várias instituições, incluindo o Dartmouth College e a Naropa University, e co-fundou a Floyd Rights, uma organização de bem-estar social com sede em Boulder, Colorado, voltada para combater o uso desnecessário de força pela polícia durante as prisões. Hoje, Stuart é um marido orgulhoso, pai, entusiasta de fitness e Presidente/Diretor Executivo na Delta Developmental.

A história de Stuart Lord é um testemunho tanto da falha institucional catastrófica da Boy Scouts of America quanto da resiliência do espírito humano. Stuart não é apenas uma vítima; ele é um sobrevivente e um defensor ativo da justiça e da mudança social.

Documentários como ‘Arquivos da Perversão’ são essenciais para jogar luz sobre os cantos mais sombrios de instituições veneradas, mas a verdadeira mudança só virá quando mais pessoas como Stuart puderem contar suas histórias e lutar por justiça. É um lembrete de que, por trás das estatísticas chocantes, existem seres humanos reais, com dores reais, mas também com uma capacidade real de superação e transformação.

Por fim, vale ressaltar que o documentário está disponível na Netflix.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.