Amor(es) Verdadeiro(s) Final Explicado: Com quem Emma fica?

Dirigido e produzido por Andy Fickman, Amor(es) Verdadeiro(s) é uma adaptação do romance homônimo de 2016, escrito por Taylor Jenkins Reid. A película conta com Phillipa Soo, Simu Liu e Luke Bracey nos papéis principais, que trazem à vida os personagens com performances cativantes.

Amor(es) Verdadeiro(s) convida a audiência a mergulhar na emocionante história de amor, na química entre o talentoso elenco e no retrato das complexidades dos relacionamentos e das escolhas que fazemos no amor. Mas afina, com quem Emma fica na história? Descubra a seguir.

Trama de Amor(es) Verdadeiro(s)

No início, o filme conta a história de amor de Jesse e Emma, que começou ainda no ensino médio. Eles compartilham uma profunda conexão e constroem uma vida juntos. No entanto, a tragédia ocorre quando o avião de Jesse cai, e ele é dado como morto. Emma, devastada, se apega à esperança de que Jesse retornará, mas após três anos de espera e sem nenhum sinal dele, ela começa a aceitar a realidade e a seguir em frente.

A jornada de Emma em seguir em frente envolve redescobrir a si mesma, encontrar novas paixões e, eventualmente, apaixonar-se por Sam. Sam apoia Emma e propõe casamento a ela, entendendo que ela pode ainda ter sentimentos não resolvidos por Jesse. Em um momento simbólico, Emma escreve uma carta sincera para Jesse, simbolizando sua decisão de deixar o passado e abraçar sua nova vida com Sam.

A reviravolta ocorre quando a notícia de que Jesse foi encontrado vivo, após ter ficado preso em uma ilha, chega a Emma. Essa revelação a obriga a confrontar seus sentimentos, colocando-a entre o amor perdurante por Jesse e a nova vida e amor que encontrou com Sam.

Emma se afasta dos dois homens e procura um ambiente neutro para refletir. Jesse e Sam incentivam-na a tomar seu tempo e decidir o que realmente deseja. Durante esse período, Emma percebe que mudou, amadureceu e desenvolveu novos desejos e prioridades.

Com quem Emma fica?

Quando Emma se reencontra com Jesse, eles têm uma conversa franca que revela seus caminhos divergentes. A transformação de Emma se torna evidente para Jesse, que percebe seus novos estilos de vida e aspirações. A carta que Emma escreveu para Jesse também tem um papel significativo, pois transmite seu crescimento pessoal e evolução.

Por fim, Emma percebe que, embora sempre amará Jesse e guardará as memórias que têm juntos, ela seguiu em frente e encontrou a felicidade com Sam. Ela escolhe retornar para Sam e aceita sua proposta, solidificando o compromisso deles.

O desfecho de “Amor(es) Verdadeiro(s)” reforça a ideia de que o amor é complexo e evolui ao longo do tempo. A escolha de Emma destaca a importância do crescimento pessoal, autodescoberta e a habilidade de acolher um novo amor enquanto reconhece o passado. Demonstra que, embora o amor possa durar, nem sempre significa permanecer preso ao passado.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.