À Queima-Roupa, Final Explicado: O que tinha na chave?

Dirigido pelo cultuado cineasta Joe Lynch, À Queima-Roupa da Netflix é uma combinação de ação e comédia que mergulha o público em uma trama repleta de reviravoltas. Neste filme, o enfermeiro Paul, interpretado por Anthony Mackie, e o mercenário Abe, interpretado por Joe Grillo, são forçados a unir forças para fugir de uma força policial corrupta. Em uma história sobre as profundezas do mal institucional, o filme surpreende ao encontrar pontos cativantes e entregar um desfecho incrivelmente inspirador.

Como qualquer thriller policial com policiais corruptos, a verdade no filme pode ser um pouco difícil de decifrar. Cada personagem é um narrador não confiável, pois ninguém quer ser responsabilizado pelo que aconteceu. A trama começa com um golpe malsucedido dos irmãos Abe e Mateo, que resulta em Abe hospitalizado.

Ao longo do filme, Paul, Abe e Mateo formam uma aliança instável enquanto enfrentam um mundo onde o bem e o mal não são preto e branco, e poucos saem vivos. No entanto, À Queima-Roupa é um filme em que os justos triunfam no final.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Desvendando o Final de À Queima-Roupa

A trama se desenrola em direção a um confronto tenso entre Abe e a Tenente Lewis em uma delegacia, enquanto Paul cuida de sua esposa grávida sequestrada, Taryn. Abe vence Lewis, mas em vez de matá-la, ele lhe dá uma arma para que ela mesma se mate.

Abe entrega as imagens das câmeras de segurança que mostram Lewis matando seu parceiro para uma estação de notícias local. Isso leva à exposição pública da corrupção policial, resultando em Lewis sendo baleada antes que pudesse se suicidar.

Enquanto isso, Paul e sua esposa conseguem dar à luz uma criança saudável, mesmo com a tensão aumentando com policiais apontando armas para Paul. O filme adota uma perspectiva menos sombria sobre as pessoas negras sendo alvo da polícia, e o casal vive feliz para sempre com seu filho.

Paul e Abe trocam mensagens anônimas no final, informando a Abe que eles deram o nome de Matty ao filho deles. Abe consegue escapar e desaparecer, mas um veículo preto em seu encalço no final sugere que ele ainda está fugindo e sempre estará.

A Trágica História de Abe e Mateo

Abe e Mateo são irmãos e mercenários conhecidos por sua eficiência e habilidade. Abe, o mais velho e sábio, é o mais ameaçador. Eles aceitam um acordo com Lewis para recuperar uma chave USB contendo registros de má conduta policial.

A casa invadida pelos irmãos pertencia a uma Promotora Distrital, e o acordo foi para obter registros comprometedores dela em troca da liberdade de Mateo, que enfrentaria uma década na prisão. A tragédia sempre os acompanhou, desde a morte da mãe na prisão por matar o pai abusivo. Eles viveram nas ruas, desconfiados de um mundo que puniu a mãe por tentar protegê-los.

O que estava na USB em À Queima-Roupa

O objeto de desejo central no filme é uma chave USB contendo registros de todos os policiais corruptos na cidade. Não apenas evidências visuais, mas senhas e registros bancários. O suficiente para chantagear toda a força policial se alguém quiser. Lewis queria esse poder para si mesma, garantindo que ela não fosse de maneira alguma culpada pelo conteúdo e dando a ela alavancagem.

O filme revela que a chave é negociada com Big D, interpretado por Markice Moore, para limpar as dívidas de Abe e comprar suprimentos suficientes para o ataque contra Lewis. Big D é um grande jogador no submundo da cidade e certamente fará uso do que está contido. Uma reviravolta que parece uma merecida punição para os defensores da lei retratados em À Queima-Roupa.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.