A Pequena Sereia: Onde assistir o filme online?

Uma das animações mais icônicas do estúdio Disney, “A Pequena Sereia”, retornou em um formato reinventado. Em sua nova versão, “A Pequena Sereia” volta aos holofotes trazendo Halle Bailey como protagonista. O filme, dirigido por Rob Marshall, conhecido por “O Retorno de Mary Poppins”, foi lançado nos cinemas em maio e acumulou uma impressionante bilheteria de mais de US$ 566,5 milhões globalmente. Dessa forma, tornou-se a 6ª maior bilheteria do ano. A partir disso, quando o filme estará disponível no streaming? Descubra a seguir.

Em suma, os fãs que aguardam a chegada da nova versão de “A Pequena Sereia” ao streaming têm motivos adicionais para se animar. O filme estreará no Disney+ em 6 de setembro e contará com conteúdos exclusivos, incluindo uma cena cortada em que o Rei Tritão canta “Impossible Child”, uma música original criada especialmente para o remake.

Sobre A Pequena Sereia

“A Pequena Sereia”, originalmente lançada em 1989, é considerada uma das animações mais importantes da Disney. Ela deu início à chamada “Era da Renascença” do estúdio nos anos 1990, uma época que trouxe clássicos como “A Bela e a Fera”, “Aladdin” e “O Rei Leão”.

A história, inspirada no clássico de Hans Christian Andersen, retrata Ariel, a sereia princesa e filha caçula do Rei Tritão, que, com sua personalidade aventureira, almeja conhecer o mundo dos humanos. Seu caminho cruza com o Príncipe Eric, por quem se apaixona, levando-a a fazer um perigoso acordo com a bruxa do mar, Ursula.

No entanto, a produção não foi isenta de controvérsias. A decisão de mudar a etnia da protagonista Ariel atraiu críticas, principalmente de grupos mais conservadores. No entanto, a performance de Halle Bailey foi amplamente elogiada pela crítica e pelos fãs, que destacaram seu carisma incontestável. Embora a crítica tenha se mostrado dividida, com 67% de aprovação no Rotten Tomatoes, o público provou seu amor pelo filme, ostentando uma aprovação de 94%.

Por fim, confira o trailer do filme lançado em 2023:

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.