Este thriller perturbador com Antonio Banderas vai desafiar a sua sanidade

A Pele Que Habito é uma pérola escondida nos catálogos da Amazon Prime Video e HBO Max. Com a habilidade magistral de perturbar todos os sentidos dos espectadores, este filme é uma obra-prima que ressoa muito tempo depois dos créditos finais. Com direção do renomado cineasta espanhol Pedro Almodóvar e atuação estelar de Antonio Banderas, este longa é uma experiência cinematográfica única que fala sobre vingança, identidade e obsessão.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

Ficha Técnica de A Pele Que Habito

  • Título original: “La Piel Que Habito”
  • País de origem: Espanha
  • Ano de lançamento: 2011
  • Gênero: Drama, Suspense
  • Duração: 120 minutos
  • Idioma: Espanhol
  • Direção: Pedro Almodóvar
  • Roteiro: Pedro Almodóvar (Baseado no livro “Mygale” de Thierry Jonquet)
  • Produção: Agustín Almodóvar, Esther García
  • Música: Alberto Iglesias
  • Fotografia: José Luis Alcaine
  • Montagem: José Salcedo

Sinopse

O filme segue a história de Robert Ledgard (Antonio Banderas), um renomado cirurgião plástico que, após a morte de sua esposa queimada em um acidente de carro, se interessa pela criação de uma nova pele com a qual poderia ter salvado ela.

12 anos depois, ele consegue cultivar essa pele em laboratório, aproveitando-se dos avanços da ciência transgênica. No entanto, esse feito transgressa uma série de limites éticos. Para atingir seu objetivo, Ledgard sequestra Vera (Elena Anaya), uma jovem que mantém em cativeiro e submete a uma série de modificações corporais.

Trailer de A Pele Que Habito

Elenco

  • Antonio Banderas como Dr. Robert Ledgard
  • Elena Anaya como Vera Cruz
  • Marisa Paredes como Marilia
  • Jan Cornet como Vicente

Bilheteria de A Pele Que Habito

A bilheteria mundial de A Pele Que Habito alcançou cerca de US$ 32 milhões, com um orçamento estimado em US$ 13 milhões.

Recepção Crítica

  • IMDb: 7.6/10

A Pele Que Habito recebeu ampla aclamação crítica. Com um rating de 81% no Rotten Tomatoes e uma pontuação de 70 no Metacritic, o filme foi elogiado pela direção de Almodóvar, a atuação de Banderas e Anaya, e sua narrativa provocativa e complexa.

O filme também foi bem recebido nos festivais de cinema, sendo nomeado para a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes de 2011, e ganhou o BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro. No entanto, alguns críticos apontaram que a natureza perturbadora e gráfica do filme pode não ser do agrado de todos.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.