A Magia das Cores em Bridgerton: Como os Figurinos Contam Histórias?

Bridgerton é uma série repleta de figurinos belos e elaborados, com cores e designs que frequentemente contam histórias por si só. Adaptada dos romances de Julia Quinn e ambientada na era da Regência, a série acompanha a família Bridgerton, especialmente seus oito filhos, enquanto amadurecem e se apaixonam.

Cada temporada destaca o relacionamento romântico de um dos irmãos Bridgerton. Apesar do drama de época ardente exigir um nível de atenção e uma quantidade impressionante de peças para rivalizar com muitas das ofertas da Netflix, os criadores da série fazem de tudo para criar peças verdadeiramente deslumbrantes.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? CLIQUE AQUI e aproveite!

O Uso de Cores em Bridgerton: Um Elemento Narrativo Crucial

O uso de cores em Bridgerton é incrivelmente importante para a narrativa geral, permitindo que sequências visualmente deslumbrantes ganhem ainda mais ressonância. É uma pequena maneira pela qual a adaptação da Netflix dos amados romances de Julia Quinn é aprimorada por um processo de pré-produção inteligente, deliberado e bem concebido.

Por exemplo, os fãs rapidamente perceberam o que chamam de “azul Bridgerton” na série, e embora seja verdade que os Bridgertons frequentemente usem azul, ou o incorporem nos detalhes de casacos ou fitas em vestidos, na maioria das vezes, a família Bridgerton emprega um tom de azul muito específico.

O Designer de Produção Will Hughes-Jones informou à Southern Living que os Bridgertons frequentemente vestem azul Wedgewood. Esse tom particular era encontrado em cerâmica e porcelana fina na época, o que ajuda a enfatizar o status social da família Bridgerton.

Por que Penelope Usa Amarelo?

Na 1ª temporada de Bridgerton, Penelope usa amarelo, uma cor que à primeira vista parece refletir o brilho e a natureza alegre da personagem. Embora a pobre Penelope mencione humoristicamente sua aversão à cor, na verdade, o amarelo era uma cor incrivelmente fashion na era da Regência, frequentemente considerada a mais popular entre as usadas por mulheres jovens em busca de casamento.

O fato de Penelope permanecer na moda apesar de suas protestações pode simbolizar sua verdadeira beleza e valor, mesmo quando ela não consegue enxergá-los por si mesma. Ela às vezes incorpora também os tons de rosa e laranja do resto da família.

Por que a Família Featherington Usa Tantas Cores?

O amor da família Featherington por cores brilhantes é frequentemente explorado ao longo da série, mas as implicações de seu guarda-roupa berrante vão muito além de seu estilo questionável. A paleta de cores da família está em desacordo com os outros membros da alta sociedade, servindo como um indicador visual de seu status de outsider dentro de sua comunidade de classe alta.

O estilo díspar dos Featherington é destacado ao longo da primeira temporada de Bridgerton, quando as três meninas da família lutam para encontrar pretendentes e a família ostracizada é constrangedoramente forçada a deixar o almoço da rainha após se encontrarem no centro de um escândalo.

Por que Daphne Sempre Usa Branco?

Na 1ª temporada de Bridgerton, Daphne é vista usando branco (ou outras cores claras, como azul bebê ou bege, além do azul Bridgerton). A futura duquesa frequentemente é mostrada em proximidade com rosas brancas, o que a liga ainda mais à cor. Os gostos de cores da Regência consideravam o branco um favorito perene.

Portanto, é adequado que a notável “incomparável” esteja vestida à altura da moda. Além disso, o branco pode ser uma referência um tanto óbvia ao desejo profundamente enraizado de Daphne por casamento e uma vida familiar idílica.

Como as Cores dos Figurinos Desempenham um Papel na 2ª Temporada de Bridgerton

Embora os Featheringtons e os Bridgertons continuem a usar suas paletas de cores características na segunda temporada de Bridgerton, novos personagens introduzidos na série apresentam novos figurinos. Isso é particularmente verdadeiro para a família Sharma.

Edwina Sharma é frequentemente vista em cores claras que combinam com a estética geral do grupo, ao contrário dos Featheringtons. No entanto, interessantemente, ela geralmente está de rosa e branco. Assim como Daphne na primeira temporada, as cores claras ajudam a destacar que ela é uma personagem ingênua. Afinal, Edwina não sabe toda a extensão do motivo pelo qual Kate quer ajudar a garantir que sua irmã consiga um marido rico. O rosa também é uma referência a Edwina como uma jovem doce e romântica.

Os figurinos de Bridgerton não são apenas peças de vestuário, são narradores silenciosos que acrescentam camadas à rica tapeçaria da série. Cada cor, cada detalhe, é selecionado para refletir não apenas as tendências da época, mas também os próprios personagens, suas histórias e suas jornadas emocionais. Em um drama tão repleto de melodrama e romantismo como este, não há um único ponto de costura fora do lugar.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.