3ª temporada de My Brilliant Friend: Abordagem política faz sucesso

A série My Brilliant Friend estreou uma nova “roupa”. Isso porque o clima de novelão das duas primeiras temporadas deu lugar a episódios com temáticas mais sérias. Em suma, saíram de cena os dramas familiares e românticos, com brigas, gritarias e reviravoltas em relacionamentos. Apesar disso, o drama romântico, com desilusões e traições, até seguirá existindo, como parte de um contexto maior, com abertura para conflitos políticos. Ademais, também há a abordagem de temas sensíveis, como feminismo e comunismo.

VEJA TAMBÉM: Conheça a novela turca Será Isso Amor, nova atração da HBO Max

3ª temporada de My Brilliant Friend

Em suma, a estreia da série My Brilliant Friend mo Brasil ocorreu em 28 de março, tanto HBO TV quanto na HBO Max. A temporada se baseia no terceiro livro da tetralogia napolitana de Elena Ferrante. O livro se chama História de Quem Vai e de Quem Fica.

Nesse ponto da trama, as melhores amigas Lila e Lelú são mulheres adultas que precisam lidar com questões sérias de suas próprias vidas. Questões estas que são completamente diferentes daquelas que as protagonistas enfrentavam nas duas primeiras temporadas. E que ajudam a explicar a mudança na série.

Depois de viver um matrimônio conturbado, Lila se separou. Ela agora vive com Enzo e enfrenta dificuldades, uma vez que não recebe contribuição do pai dele. Em suma, ela agora trabalha numa fábrica de embutidos para conseguir criar o filho. A empresa, contudo, oferece condições de trabalho miseráveis e insalubres. Ademais, essas condições causam danos à sua saúde.

Já a co-protagonista, Lenú, está numa condição um pouco melhor. Em suma, ela noivou com um professor que descende de uma tradicional família italiana. Ademais, a publicação de seu primeiro livro lhe rendeu sucesso e reconhecimento. Quer dizer, reconhecimento de todos exceto os próprios familiares e vizinhos. Ademais, eles se ressentem por inúmeras coisas. O abandono do bairro por parte de Lenú e o fato dela ter escrito coisas lascivas estão entre elas.

Narrativa política ganha força nos novos capítulos

Em suma, o start para os assuntos políticos acontece quando a experiência sofrível de Lila na fábrica ganha destaque na mídia e recebe o acolhimento de grupos de esquerda. A atual temporada é a mais politizada da série My Brilliant Friend. São inúmeras as discussões sobre direitos dos trabalhadores, fascismo e comunismo.

Quanto a Lenú, esta enfrenta uma luta mais doméstica. Em suma, ela se depara com o machismo no ambiente intelectual e também dentro da própria casa. É que depois de se tornar mãe, ela se vê presa à vida de dona de casa. Ademais, para piorar, o marido ignora suas vontades enquanto ascende na carreira.

Paralelamente a isso, Nino Sarratore, um amor do passado, passa a espreitar Lenú. A relação entre eles se torna aflitiva, turbulenta e incerta.

Por fim, com oito episódios, a terceira temporada da série My Brilliant Friend se passa pelos anos 1970. A produção oferece um recorte sobre como era a vida das mulheres naquela época.

Enfim, curtiu a matéria?

Por fim, te convidamos a nos seguir no Google News para receber em primeira mão nossas matérias. Além disso, você também pode nos seguir nas redes sociais TwitterInstagram e Facebook para ficar por dentro de tudo que rola no mundo das séries e filmes.