The Last of Us: A 1ª temporada planejou destino de Joel

A 1ª temporada de The Last of us chegou ao fim com um gosto amargo. Após decidir mentir para Ellie, Joel seguiu em frente para assumir uma função paterna para a garota. Contudo, alguns detalhes da trama ajudam a compreender de que forma o primeiro ano da série já planejou os próximos passos do Joel.

Em suma, The Last of Us estreou após muitas expectativas entre os fãs. A série adapta o jogo homônimo desenvolvido pela Naughty Dog, em 2013, para Playstation. Ao longo dos anos, a franquia recebeu destaque em diversas premiações e, com o segundo título, conquistou o troféu de Melhor Jogo do Ano na cerimônia do The Game Awards 2020.

A trama de The Last of Us acompanha Joel e Ellie vinte anos após a queda da humanidade em função da evolução do fungo Cordyceps. Ambos precisam ultrapassar um país devastado pela infecção para tentar salvar os humanos que restaram.

Joel e Ellie viveram um desfecho amargo no final de The Last of Us (Imagem: Reprodução / HBO Max).
Joel e Ellie viveram um desfecho amargo no final de The Last of Us (Imagem: Reprodução / HBO Max).

De que forma a 1ª temporada de The Last of Us planejou o destino de Joel?

Em suma, o Screen Rant detalhou de que forma a 1ª temporada de The Last of Us configurou o que deve acontecer com Joel no restante da série. Alguns pontos, inclusive, sugerem outros indícios que a produção da HBO deixou para o público. Quais os rumos da série a partir de agora?

Joel ensinando Ellie a tocar violão

A 1ª temporada de The Last of Us já mostrou de que forma Joel deve compartilhar o amor pela música com Ellie. Em um diálogo com a garota, o protagonista sugere que deve ensiná-la a tocar violão. Algo que indica um dos marcos para a personagem no segundo jogo, que se apega na música para lidar com as frustrações da vida.

Inclusive, o vilão deve ser o elo que conecta Joel e Ellie ao final de The Last of Us. Ainda mais com a perspectiva do que pode vir em relação ao destino do personagem interpretado por Pedro Pascal.

A revolta de Ellie em The Last of Us

Além disso, a 1ª temporada de The Last of Us também revelou os motivos para a revolta de Ellie. Mesmo ao salvar Ellie ao fim de The Last of Us, Joel precisou encontrar uma justificativa para a garota. Contudo, optou por não contar a verdade a ela. Então, ele mente que os Vaga-Lumes nunca encontraram a cura, que haviam outras pessoas imunes e que mais nada poderia ser feito.

Depois, Ellie reforça e pede juras de que a história era verdade. Mais uma vez, Joel mente e garante a ela que tudo aconteceu da forma como ele contou. Isso demonstra que o personagem está totalmente ciente da natureza das próprias decisões.

Contudo, fica nítido que Ellie não acreditou em Joel ao final de The Last of Us. No episódio mais recente do Podcast The Last of Us, comandado por Craig Mazin e Neil Druckman, os dois criadores da série discorrem sobre a percepção de Ellie em relação à mentira de Joel. Para Mazin, a garota não acreditou totalmente nas palavras do protagonista.

“Ou ela está tão apavorada com a verdade que quer acreditar nele, porque a alternativa é tão assustadora. Pode ser qualquer uma dessas coisas, e é por isso que eu amo isso”, disse ele.

Ao mesmo tempo, Druckman concorda que Ellie é uma garota esperta. Portanto, poderia entender o que iria acontecer caso Joel decidisse não deixá-la morrer. Algo que confronta os próprios medos de abandono.

Portanto, fica claro que Ellie quer acreditar nas palavras de Joel. Ao mesmo tempo, existe um vazio que mostra a ela que algo de horrível aconteceu. Em suma, a 2ª temporada de The Last of Us deve ficar responsável por mostrar as consequências das decisões dos últimos episódios.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.